Mostrando o invisível: composições da 33a Mostra de Cinema de SP

Nesta sexta-feira iniciou os trabalhos um dos mais importantes espaços de discussão e divulgação do cinema a 33º Mostra Internacional de Cinema em São Paulo. A mostra está distribuida por toda cidade e conta com a experiente “curadoria de Leon Cakoff e Renata Almeida”. O cartaz da exposição foi desenhado porOtávio e Gustavo Pandolfo, Os Gêmeos,que são famosos ao pintarem espaços públicos e serem convidados a mostrar sua arte no museu Tate Modern de Londres. A mostra fica até 05 de novembro… Na programação esquizalmente separamos alguns cinemas que podem compor ainda mais aumento de potência pelo cinema.


Mostra geral do cinema pelo mundo

“À Procura de Eric”, de Ken Loach (Inglaterra)
“Bright Star”, de Jane Campion (Reino Unido)
“Carmel”, de Amos Gitaï (Israel, França)
“Chasing Che”, de Alireza Rofougaran (Irã)
“Germany 09”, de Fatih Akin, Tom Tykwer e outros (Alemanha)
“Kids and Kids”, de Zhang Feng (China)
“La Guerre des Fils de la Lumière Contre les Fils des Ténèbres”, de Amos Gitaï (França)
“Les Herbes Folles”, de Alain Resnais (França)
“Menino Peixe”, de Lucía Puenzo (Argentina)
“Paperplanes”, de Simon Szabó (Hungria)
“Shirin”, de Abbas Kiarostami (Irã)
“Singularidades de uma Rapariga Loura”, de Manoel de Oliveira (Portugal)
“Super Star”, de Tahmineh Milani (Irã)
“Sweet Rush”, de Andrzej Wajda (Polônia)
“Tokyo!”, de Michel Gondry, Leos Carax, Bong Joon-ho (França, Japão, Alemanha)
“Tom Zé Astronauta Libertado” (Tom Zé Liberated Astronaut), de Ígor Iglesias González (Espanha)
“Vincere”, de Marco Bellocchio (Itália)
“When the Lemons Turned Yellow…”, de Mohammad Reza Vatandoost (Irã)

RETROSPECTIVA DE THEO ANGELOPOULOS

“Dust of Time”
“Paisagem na Neblina”
“A Eternidade e um Dia”
“O Passo Suspenso da Cegonha”
“Um Olhar a Cada Dia”
“O Vale dos Lamentos”

RETROSPECTIVA DE GIAN VITTORIO BALDI (filmes dirigidos e produzidos por ele)
“Fuoco!”, de Gian Vittorio Baldi (Itália)
“Il Cielo Sopra di Me”, de Gian Vittorio Baldi (Itália)
“Luciano, una Vita Bruciata”, de Gian Vittorio Baldi (Itália)
“Ultimo Giorno di Scuola Prima Delle Vacanze di Natale”, de Gian Vittorio Baldi (Itália)
“Appunti Per Un’Orestiade Africana”, de Pier Paolo Pasolini (Itália)
“Cronaca di Anna Magdalena Bach”, de Danièle Huillet, Jean-Marie Straub (Itália)
“Diario di una Schizofrenica”, de Nelo Risi (Itália)
“Porcile”, de Pier Paolo Pasolini (Itália, França)

PANORAAM DO CINEMA SUECO

“Corações em Conflito”, de Lukas Moodysson
“Metropia”, de Tarik Saleh
“The King of Ping Pong”, de Jens Jonsson
“The Swimsuit Issue”, de Mans Herngren
“Os Emigrantes” (The Emigrants), de Jan Troell
“Everlasting Moments”, de Jan Troell
“Gabrielle”, de Hasse Ekman
“Girl with Hyacinths”, de Hasse Ekman

HOMENAGEM A FANNY ARDANT
“Cinza Sangue”, de Fanny Ardant (França)
“A Mulher do Lado”, de François Truffaut (França)
“Crimes de Autor”, de Claude Lelouch (França)
“De Repente, Num Domingo”, de François Truffaut (França)

Uma resposta to “Mostrando o invisível: composições da 33a Mostra de Cinema de SP”

  1. neofranciscanos Says:

    Mais de 1500 acessos nas primeiras semanas! Confiram o trabalho de estudantes de jornalismo: http://www.neofranciscanos.wordpress.com! Opinem!Suas conclusões sobre este grupo urbano religioso é muito importante pra nós! Agradecemos, grupo de estudantes de jornalismo – Belo Horizonte

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: