PREÇO DO CAMARÃO IMPEDE DE ROLAR AQUELE “CAMARÃO COM CHUCHU”*

(Sentados à beira da mesa do bar, entre umas talagadas e umas batidas no pandeiro e outros versos, em um partido, no balanço da intempestividade)

Niltinho (sentado em frente à mesa, se abanando com um surrado chapéu. O pandeiro ao lado) — Diz aí! O que rolou de mata-broca na casa da Jovelina no domingo? Além do samba, é claro?

Dôra (do outro lado da mesa erguendo o copo) — Ih! O negócio ameaçou não ficar bom. Chegamos e perguntamos o que tinha pra comer e ela já foi contando.

Diana (em pé com uma cerveja na mão, interrompendo Dôra) — Espera aí, Niltinho! Bate firme neste pandeiro que ela não contou coisa nenhuma, eu tava lá e ouvi, ela cantou assim:

Saco cheio de todo domingo
comer carne assada e macarrão
resolvi fazer um ensopado
de chuchu com camarão”

Niltinho (continuando no batuque) — E saiu?

Diana (passando a bola e sentando a cerveja na mesa, carinhosamente) — Continua, Dôra.

peguei bolsa forrei a carteira
e me mandei pra praia de marianbú
mas fiquei na intenção
camarão tá caro pra chuchu”

Niltinho (desplumando o ritmo para outras variações) — E não é que a coisa tá feia mesmo. Ruim vai ser pro seu Valdir.

Dôra e Diana (brindando) — Ih! E não é que ela continuou a cantar bem na cara do infeliz (toma cada uma um gole, e começam a cantar juntas):

seu encreca ficou no desejo
de comer badejo com pirão
com pimenta com coentro
no molho do camarão
a maré hoje não tá pra peixe
nem pra sardinha e nem pra baíacú
quanto mais pra camarão
camarão tá caro pra chuchu”

Niltinho (preocupado com o desfecho da história-canção) — E o que teve então?

Diana e Dôra (cantando):

o dinheiro que tinha no bolso
para fazer almoço meu irmão
só deu mesmo para aquilo de sempre
mais a cana e o limão
fui pra casa de barriga cheia
suei com a garrafa velha da Pitú
onde eu era o camarão
camarão tá caro pra chuchu”

Niltinho (dando o breque) — Rapaz, e como eu queria aprender a receita de um molho com camarão com chuchu.

Dôra (alegremente) — deixa de lezeira que a receita ela canta pra ti, o negócio é comprar os camarão, porque…

Os três cantando:

Camarão ta caro pra chuchu”

*Música composta por Nei Lopes e cantada por Jovelina Pérola Negra.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: