Notas sintomáticas

  • Nesta semana inaugurou uma exposição sobre uma das mais importantes pessoas que se configura pela lusofonia: Fernando Pessoa que é várias Pessoa. A exposição “Fernando Pessoa, plural como o universo” no Museu da Lingua Portuguesa tem curadoria de Carlos Felipe Moisés e Richard Zenith. Navegando que se descobre os novos Pessoas em nós.
  • Um dos compositores de uma das músicas mais divulgadas no mundo pop, o compositor George David Weiss que compôs   “What a Wonderful World” picou a mula esta semana. Além desta outras composições como “Can’t Help Falling in Love”, gravada por Elvis Presley e”The Lion Sleeps Tonight”, gravada pelo The Tokens.
  • A Academia de Cinema de Hollywood que é responsavel pelo Oscar tem a ideia de homenagear filmes e pessoas ligadas ao cinema. Estas homenagens mostram apenas que os artistas se fazem aprisionados dentro do crivo do que a industria diz que é bom, pois esta se crê superior aos homenageados (que se inferiorizam). Eis que esta semana o pessoal oscariado anunciou prêmios de honra aos diretores Francis Ford Coppola e Jean-Luc Godard. Os dois diretores não estão na mesma subjetividade bloqueada da indústria de Hollywood e por isso há uma certa ironia de que Hollywood reconhece os trabalhos deles pois é superior. Nem inferior. Hollywood usa o já constituido e está longe da construção de novas imagens. Que fiquem apenas a ver navios.
  • Um dos mais lendários e malucos grupos do rock’n’roll,  Iggy Pop com Os Stooges, vão serem revividos pelo cineasta Jim Jarmusch que está organizando um documentário sem previsão para sair. O esquizo Stooges está em uma mão confiável.
  • Paris foi uma festa. De lá surgiram as primeiras imagens cinematográficas, ditas uma invenção sem futuro. Foi lá que o mágico e pioneiro Georges Méliès começou trabalhar seus efeitos especiais. Para retratar esta vida kinematica meliesnana o diretor americano Martin Scorsese  vai contar um pouco da história de Méliès em seu novo cinema. Além de Méliès serão ainda mostrados as artes de Harry Houdini entre outros. Hocus Kinemapocus.
  • Um dos mais importantes Festivais de cinema da América Latina, o  Festival do Rio anunciou os longas que competirão em sua mostra que ocorre entre 23 de setembro e 7 de outubro. Dentre os cinemas destacamos: “Boca do Lixo”, de Flavio Frederico (SP),, “É Candeia”, de Márcia Watzl (RJ) e “Positivas”, de Susanna Lira (RJ)

  • Todo artista independente piranga pelas gravadoras com uma fita demo contendo suas músicas. Agora imagine ouvir a gênese musical dos grandes criadores músicais. Neste movimento genial a gravadora de Bob Dylan  vai lançar  47 gravações demo do cantor sob o nome de “The Bootleg Series Volume 9 – The Witmark Demos” que foram feitas para as gravadoras Leeds e Witmark. E o melhor, este trabalho ainda sai neste ano no mês de outubro. No repertório as primeiras versões de clássicos como “Blowin’ In The Wind”, “The Times They Are A Changin’” etc.”Masters Of War”.Dylanbuja pra vocês.
  • Um dos poucos grupos de rap americanos que não estão rendidos totalmente ao fenomeno pouco conteudo, dente de ouro e carrão de barão, o Anti-Pop Consortium , vai tocar em São Paulo hoje (27) no Sesc Pompeia com ingressos em até 20 reais. Se liga nesta quebrada dos império.
  • Quem curte as atrações musicais alienigenas vai se esbajar com o festival de música eletrônica Ultra Music que ocorrerá em São Paulo e já tem confirmado nomes como Moby, Fatboy Slim, Groove Armada e Afrobeta. Já vão se programando.
  • Entre os dias 1 e 3 de setembro (desta semana agora) vai acontecer em Teresina, capital do Piauí, um ciclo de palestras gratuitas sobre Artes Plásticas. As palestras ocorrem na Casa da Cultura de Teresina e abordarão as artes de um aspecto mais criativo e envolvente aos jovens, trazendo temas como o Romantismo, a obra concreta de Lygia Clark, A natureza, Hqs e Arte Afrobrasileira. Se manda pra lá.
  • Snoopy e a turma de Charlie Brown tem mais uns motivos para continuar suas alegres produções: os 60 anos da tira do criador da festa Charles Schulz. E para continuar na festa está sendo lançado no Brasil dois materiais inéditos da Turma de Charlie Brown: o livrão Snoopy Extraordinário, da Cosac Naify,  que trás tiras dos jornais dos anos 1960 e 1970 e ainda com um ensaio do escritor Umberto Eco; o outro lançamento é Peanuts Completo vol. 3: 1955-1956, da L&PM que pretende em 6 volumes reunir todo material já impresso sobre a turma (já completo em Inglês). Woodstocks

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: