Cinema Negro Negri-ati-tude Kine Esquizo: Shaft

Movimento dos Panteras Negras

O cinema negro afroamericano surgiu nos anos 70 a partir das influentes lutas de negros como Malcolm X, Martin Luther King Jr., Os Panteras Negras que tinha Huey, Angela Davis, e diversos artistas como B.B.King, Bob Dylan, Joan Baez, Jane Fonda entre outros. Quando surgiu como movimento social, o negro cinema já havia sido abordado em filmes como The Cool World (1963), The Black Klansman (1966), For Love of Ivy (1968), If he hollers, let him go (1968),  The Split (1968),  The Story of Three-day pass (1968), A change of mind  (1969), The Grasshopper (1969) e por fim Right On! (1970), Soul Soldier (1970),  Brother John(1970),  Cottom Comes to Harlem.


Além disso foram feitos documentários como “Panteras Negras” da engajada cineasta francesa que visitava a California, Agnès Varda e também um com o mesmo nome de Sally Pugh, sobre o grupo social e político em 1968. Do bando dos Panteras Negras uma séries de vídeos politizados foram lançados em 1969 como Mayday, Fora Porcos e Repressão, que mostrava os posicionamentos políticos e de organização social do grupo, além do engajamento negro contra a força policial (porcos) dos brancos e o coronelismo e imperialismo americano que com as mãos repleta de sangue negro (tanto do facismo interno quanto das nefastas guerras).

Dois lideres da luta afroamericana: Martin Luther King Jr e Malcolm cujo nome de nascença é Al Hajj Malik Al-Habazz .

O Movimento Blaxploitation

Embora muitos considerem os filmes citados anteriormente como parte do movimento, o início como criação estética negra começou no início dos anos 70. O Movimento Blaxpoitation é uma união de Black Exploitation que em uma tradução ao português significa Exploração do Negro. O negro como força produtiva, como atores, diretores, roteiristas. Um cinema negro e politizado, sem os clichés da sociedade. Bronx, Queens, Harlem, East Side, Brooklyn e outros bairros de Nova York foram o celeiro Cultural do Blaxploitation.

O cinema que foi marcante no movimento do negro cinema foi Shaft (1971) do diretor ativista negro Gordon Parks. Estrelado por Richard Roundtree, Shaft é o nome de um detetive negro que tem grande respeito pelos negros e tem que trabalha com uma equipe  policial branca. Mesmo seus irmãos fora da lei negros tem o respeito social de Shaft, porém sem criar nenhuma concessão.

O roteiro é baseado no livro homônimo de Ernest Tidyman e a trilha sonora envolvente de Isaac Hayes tem música inesqueciveis como Soulsville, Do your thing, No Name Bar, Walk from Regio’s e o tema de Shaft. Além disso o grande sucesso nas bilheterias mostrou a aceitação de um tema em que o branco não escapa de sua canalhice, e muitas vezes é o grande segregador-maioria baseado em padrões europeizados. Com um investimento de 500 mil e um faturamento de 13 milhões Shaft  teve  duas sequências: Shaft Big Score (1972) e Shaft in Africa (1973) e abriu caminho para diversos outros títulos voltados para a questão dos negros como Sweet Sweetback’s Baadasssss Song (1971) de Melvin Van Peebles, Blacula (1972), de William Crain,  Cleopatra Jones (1973) de Jack Starrett, Foxy Brown (1974) de Jack Hill.

Shaft é muito mais do que um detetive durão que se dá bem com as mulheres. É um sarcastico detetive que respeita a luta negra e, entende os mecanismos de dominação e produção de preconceitos, e está no mundo para diluir a dominação dos negros e brancos, do coronelismo e capitalismo. Não tem medo de encarar a vida, pois a vida vem da força transformadora que muitos negros e poucos brancos conhecem e tem coragem de se lançar. Vida pela liberdade e contra a opressão ou qualquer forma de dominação. A vida poiética e política pelo povo e com o povo.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: