UM CURSO DESEJANTE PARA VAN GOGH

Londres , começo de janeiro de 1874

Ninfas escutando à canções dos orfeus (1853) ,JALABERT



Nymphes listening to the songs of orpheus , Coleção Privada

Clique aqui para ver uma versão em gravura desta imagem



Van Gogh que está em Londres e respira arte e escreve para o irmão suas percepções , desejos e faz uma troca de pintores que admira:
“Sim, o quadro de Millet, Angelus du Soir, ‘é alguma coisa’, é magnífico, é pura poesia. Como eu gostaria de falar sobre arte contigo… só nos resta nos escrevermos bastante; ache belo tudo o que puder, a maioria das pessoas não acha belo o suficiente.
Escrevo abaixo alguns nomes de pintores de quem eu gosto particularmente: Scheffer, Delaroche, Hébert, Feyen-Perrin, Eugène Feyen, Brion, Jundt, George Saal, Israels, Anker, Knaus, Vautier, Jourdan, Jalabert…”.

Charles François Jalabert foi um conhecido decorador e pintor histórico, paisagista e de cenas do cotidiano francês. Seu estilo acadêmico e clássico de pintar ficou conhecido dentre os franceses e atraiu muitos admiradores principalmente da alto sociedade parisiense, porém sem constar na lista dos mais apreciados artistas. Alguns de seus retratos são ligados a temáticas orientalistas.

Nascido em Nîmes no ano de 1819, ele começou sua carreira artística na Escola de desenho de Nimes e posteriormente aos 20 anos, entrou para a  Escola de Belas Artes de Paris (école des Beaux-Arts) onde foi aluno e aprendiz de Paul Delaroche. Em 1841 ele ganha o segundo lugar do Prix de Rome. A partir de 1847 ele começa a exibir seus quadros no Salão de Paris.

O artista morreu em 1901 e muitas de suas obras estão no museus de belas artes de sua cidade natal Nîmes.

SOBRE A OBRA

Esta obra de 1853 provêm da mitologia grega onde Orfeu era considerado o maior dos músicos e poetas. Sua música e lirismo atraiam diversos ouvintes entre eles as belas ninfas. Percebe nesta obra uma atmosférica onírica, nebulosa,similar aos trabalhos de Boucher.

Fotografia de Charles François Jalabert

Charles François Jalabert- Édipo e Antigona (A praga de Tébas) 1842, Musée des beaux-arts de Rouen


______________________________________________________________

Às sextas e terças, esta coluna traz obras digitalizadas de outros pintores que influenciaram o pintor monoauricular Van Gogh e obras suas, mas tão somente as que forem citadas nas Cartas a Théo, acompanhadas da data da carta que cita a obra, bem como as citações sobre ela e uma pequena biografia de seu autor. Para outros olhares neste curso, clique aqui.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: