TARJA BRANCA – A REVOLUÇÃO QUE FALTAVA

image_large

Com a produção de Maria Farinha Filmes e a direção de Cacau Rhoden estreou, no fim da semana que passou, o documentário Tarja Branca – A Revolução Que Faltava. Uma estética cinematográfica das mais lúdicas que se viu até o momento em relação às crianças em um mundo duas vezes perigoso para elas. A predadora tecnologia que sufoca a criatividade da criança, e a violência física contra seu ser que precisa brotar e se harmonizar potencialmente.

Carregado de elementos lúdicos, como variadas formas e conteúdos que expressaram e expressam o brincar, o documentário mostra, além das brincadeiras de criança, a sua importância para construção de sua subjetividade criadora e solidária. O essencial ontológico para uma existência autêntica e não perturbada pelos malogros impostos contra o brincar.

O documentário apresenta também entrevistas com artistas plásticos, músicos, psicólogos, escritores, poetas, pintores, sociólogos que testemunham sobre a importância do brincar na infância. O que oferece um quadro geral das riquezas das brincadeiras no Brasil.

Tem brincadeira com pião, pipa, carrinho de lata, bolinha de gude, cantigas, jogo de futebol, brincadeira na água, corridas entre outras criações lúdicas infantis. E que muitas delas servem, também, para os adultos.

Veja o trailer e sinta aquela alegria transcendente.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: