VIVA O VINIL! TÉO AZEVEDO: BRASIL TERRA DA GENTE

P1000482

Joia-raríssimo! Relíquia! Um presentaço para os vinilesquizofílicos! Com direito a comentário do insigne poeta, Carlos Drummond de Andrade. Téo Azevedo, compositor e cantor das raízes do Brasil, mostra a singeleza e a suavidade de sua experiência musical no movimento estético da terra.

A bolacha crioula foi gravada no ano de 1979 pelo selo Mourão da Porteira com a marca Campeiro. E é o próprio Téo Azevedo quem apresenta algumas linhas sobre si mesmo como artista.

Leiamos o que ele escreve.P1000483

“Teófilo de Azevedo Filho, nasceu em Pires de Albuquerque, município de Bocaiuva, Norte de Minas Gerias.

Cantador, poeta, vaqueiro e repentista. Tem vários livros publicados, vencedor do 1° Festival Record de Música Sertaneja (1978).

Fez diversas apresentações de Folclore no exterior. Aos 7 anos de idade já cantava nas feiras do Norte de Minas.

Descendente de uma família de folcloristas natos. É filho do cantador Teófilo Izidorio, o criador da toada de Pires.

Sua vida é viajar divulgando a cultura popular do Norte de Minas”.

Téo Azevedo

Agora, leiamos os comentários feitos por algumas personalidades ligadas ao seu trabalho.

“Prezado poeta e amigo Téo, quanta coisa boa e bonita de Minas, você faz.

Desejo que sua carreira artística seja cada vez mais brilhante”

Carlos Drummond de Andrade.

“Que pena!… Que o Téo Azevedo, que me faz lembrar o Augusto Calheiro, considerado por Villas Lobos “A mais brasileira voz popular”… por que? (repito) não me coíbe a felicidade de produzir seu primeiro LP?”

 Ariovaldo Pires (Capitão Furtado)

“O trabalho de Téo Azevedo deve ser pesquisado por todos pois tem tudo para ser analisado.

Rodolfo Coelho Cavalcante “

Rodolfo Coelho Cavalcante – Presidente da Ordem dos Poetas de Cordel do Brasil (Sede em Salvador, Bahia).

“Incrível, além de vencer o Festival da Record, Téo Azevedo ganhou os prêmios de melhor melodia e melhor interprete, uma grande proeza entre tantos finalistas presentes”.

Dirceu Soares

“Este é um disco da simplicidade e honestidade; uma voz autêntica do cantador de nosso sertão numa época em que a cultura importada nos domina. Téo nos traz a cultura popular do maior aboiador do Brasil terra da gente. É ele, Téo Azevedo”.

Mário César Pipa Furtado (Pesquisador de folclore)

P1000486 P1000485

LADO – 1

Calix Bento/Vaquejada de Lamento/Velho Chico/Ternos Pingos de Saudade/Vaqueiro Valente/Asas Partidas.

LDO – 2

Viola de Bolso/Santo Violeiro/Lamento de Vaqueiro/Coletânea de Folguedos/Trovas de Natal/Jogo de Bicho.

MÚSICOS PARTICIPANTES

Miranda-Violão/Téo-Acordeom/Robertinho-Flauta e Clarinete/Gerson-Violino/Rafael D’Angelo-Viola Caipira/Adão-Viola Nordestina/Heleno, Sebastião Marinho e Téo-Ritmo/Robert, Irajá e Toninho-Coral do Miranda/Voz Grave-Cuiabano.

Fotografia realizada em Pires de Albuquerque: Nassau

Técnico de Som: Dezinho.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: