VIVA O VINIL CRIANÇA! I – BRINCADEIRAS DE RODA, ESTÓRIAS E CANÇÕES DE NINAR

P1010381Esquizovinilfílicos, esse Viva o Vinil Criança, não tem o tom pulsado das comemorações da data pautada como forma de sublimação dos adultos para fazer de conta que estão preocupados com as criança. Nada a ver quando se sabe que o mundo apresentado pelos adultos às crianças não passa de patologia. Aí a Organização Mundial das Nações Unidas (ONU) apresentando relatório que afirma que a polícia do Brasil é que mata mais crianças. Adultos que por não terem vivenciado o devir-criança odeiam as crianças por não terem chegado ao grau de adultos. E ainda querem dirigir o mundoI

P1010393Essas bolachas-crioulas que vamos apresentar que carregam o devir-criança que não é capturado pelas forças repressivas são para testemunhar a preocupação de alguns artistas, produtores, cantores, músicos tiveram com o mundo verdadeiramente mágico das crianças apresentando cantigas de roda, estórias e canções de ninar que desaparecem da infância atual no mundo contemporâneo do Brasil.

Por isso estamos no ano de 1983, no Estúdio Eldorado para participar da gravação da bolacha-crioula revolucionária, joia raríssima do cancioneiro maravilhoso das crianças. Brincadeiras de Roda, Estórias e Canções de Ninar é a linda, alegre e imaginativa bolacha-crioula narrada por Elba Ramalho com os cantos de Solange Maria e Antônio Carlos Nóbrega. São cantigas e estórias colhidas pela memória de Dona Esther Pedreira de Cerqueira que nasceu no ano de 1885 e quando canto e narrou suas memórias infantis já se encontrava com 97 anos.

P1010382 P1010383 P1010384 P1010385 P1010386

P1010387 P1010388

O grupo de músicos que participam dessa bolacha-crioula é de qualidade singular e ímpar. Por tal não poderia ser uma bocha-crioula diferente. Vejamos! Projeto e coordenação artística: Aluízio Falcão. Direção de produção arranjos e regências: Antônio Madureira. Músicos: Viola, Heraldo do Monte; violão, Antônio Madureira; Rebeca e bandolim: Antônio Nóbrega; Percussão, Papete; Flauta, Fernando Farias; Cello, Zygmunt Kubala.

P1010390 P1010391 P1010392CORO INFANTIL

Márcia de Barros Montilla – 9 anos./Renata Leopoldo e Silva -9 anos/Roberto Leopoldo e Silva – 11 anos/Vivian Maria Pozzetti – 8 anos/Daniela Monte Mozer – 8 anos/Renata Carneiro Vacchini – 10 anos/Carla Biancha Angelucci – 8 anos.

REGÊNCIA DO CORO INFANTIL – Décio Cascapera.

DIREÇÃO DE ARTE E CAPA – Ariel Severino.

LADO – A Viuvinha. Flor de Maravilha/Flor Minha Flor. História da Coca.Aninha e o Príncipe. Sapo Cururu/Olha Quanto Sapo. Puxa o Boi/No Caminho da Roça.

P1010394

LADO – B

Maria Madeira/Anda a Roda/Reguingô. La Condessa. A Filha do Rei da Espanha. Fera o Peixe/Na Beira da Praia. Estória da Figueira. Canção de Ninar/Xô Papão/Sussussu.

P1010395

Olha aí, esquizovinilfílico, se você se relaciona educacionalmente com criança seja irmãos, filhos, alunos, vizinhos, procure estas bolachas-crioulas que são importantíssimas no processual de crescimento humano das crianças, porque atuam nos campos lúdicos sensório-cognitivos delas.

Ouvir estórias, brincar de roda e cantar auxilia a criança a crescer sem perigo de se tornar um falso adulto como os coxinhas que entulham o país com suas consciências nazifascistas.

Amanhã tem o Viva o Vinil Criança II.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: