SUPLEMENTO DE CULTURA DO PERFIL DOS ESTADOS E MUNICÍPIOS 2014 MOSTRA CEARÁ E RIO COMO OS MAIS CRIATIVOS

88188O suplemento de Cultura do Perfil dos Estados e Municípios Brasileiro 2014 (Estadic/Munic) divulgou seu estudo que mostra os estados do Ceará e Rio de Janeiro onde seus municípios são os que mais criam atividades artistas no Brasil.

Os dados do estudo mostram que 64,2% dos municípios do Rio de Janeiro e 58,8% do Ceará têm Ponto de Cultura. Ou seja, coletivos culturais que promovem atividades para inclusão social, fortalecimento da cidadania e geração de emprego no setor e que são identificados pelo Ministério da Cultura.

Entre as atividades culturais mais detectadas pelo estudo se encontram o artesanato com 78,6% dos municípios; manifestações tradicionais 71,9%; dança 68,5%; banda 68,4%; capoeira, 61,7%; grupos musicais, 54,6%; corais 50,4%; blocos carnavalesco, 46,9% e teatro, 43,4%. O estudo mostra ainda, que 22,2% dos municípios têm centros artesanais e 34,8% tem espaço para circos.

Até 2020, o Plano Nacional de Cultura, através de seu Plano de Metas, pretende fomentar 15 mil Pontos de Cultura em todo Brasil. Para isso, é necessário fomentar 1.750 Pontos de Cultura por ano, redundando em um investimento anual, aproximadamente, de R$ 113 milhões, tendo cada ponto o valo de 60 mil.

Juca Ferreira, ministro da Cultura, estabeleceu esta realidade como sendo decorrente da aprovação da PEC que estabeleceu o Sistema Nacional de Cultura que se atualizou no Plano Nacional de Cultura.

“Hoje o que nós queremos é aumentar o protagonismo dos municípios na aplicação de políticas culturais. Para isso, nós estamos reformulando o Sistema Nacional de Cultura procurando ampliá-lo, o que gerou a obrigação de os estados e municípios criarem conselhos e estruturas voltadas para o desenvolvimento da cultura. Fizemos uma política de nacionalização do cinema e audiovisual e temos hoje, como consequência, produtoras em todas capitais e cidades de médio porte”, observou Juca.

A jogada é a seguinte. Forme um coletivo cujos participantes são criadores, desenvolva um plano de produção coletiva, apresente ao conselho cultural para ser avaliado e chegar até o Ministério da Cultura. Aprovado o coletivo passa a ser um Ponto de Cultura e a partir desse momento aumentam as atuações de suas comunidades como criadores de novas formas de sentir e pensar.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: