BLOCO TÁ PIRANDO, PIRADO, PIROU MOSTRA A POTÊNCIA DIONISÍACA NO CARNAVAL

Rio de Janeiro - Bloco Tá Pirando, Pirado, Pirou! protesta contra tratamento de pacientes em manicômios no pré-carnaval do Rio durante desfile na Avenida Pasteur, na Urca (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Rio de Janeiro – Bloco Tá Pirando, Pirado, Pirou! protesta contra tratamento de pacientes em manicômios no pré-carnaval do Rio durante desfile na Avenida Pasteur, na Urca (Tomaz Silva/Agência Brasil)

O carnaval é a primeira espiritualidade da poesia, filosofia e da tragédia. Ele vem dos encadeamentos das potências agrárias do deus Dionísio. A festa da criação e da liberação que emerge do estado de embriaguez coletiva. A embriaguez que força Apolo a formá-la como corpo perceptivo-visual, já que Dionísio é música, lírica, ditirambo.  

Rio de Janeiro - Bloco Tá Pirando, Pirado, Pirou! protesta contra tratamento de pacientes em manicômios no pré-carnaval do Rio durante desfile na Avenida Pasteur, na Urca (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Rio de Janeiro – Bloco Tá Pirando, Pirado, Pirou! protesta contra tratamento de pacientes em manicômios no pré-carnaval do Rio durante desfile na Avenida Pasteur, na Urca (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Rio de Janeiro - Bloco Tá Pirando, Pirado, Pirou! protesta contra tratamento de pacientes em manicômios no pré-carnaval do Rio durante desfile na Avenida Pasteur, na Urca (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Rio de Janeiro – Bloco Tá Pirando, Pirado, Pirou! protesta contra tratamento de pacientes em manicômios no pré-carnaval do Rio durante desfile na Avenida Pasteur, na Urca (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Rio de Janeiro - Bloco Tá Pirando, Pirado, Pirou! protesta contra tratamento de pacientes em manicômios no pré-carnaval do Rio durante desfile na Avenida Pasteur, na Urca (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Rio de Janeiro – Bloco Tá Pirando, Pirado, Pirou! protesta contra tratamento de pacientes em manicômios no pré-carnaval do Rio durante desfile na Avenida Pasteur, na Urca (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Rio de Janeiro - Bloco Tá Pirando, Pirado, Pirou! protesta contra tratamento de pacientes em manicômios no pré-carnaval do Rio durante desfile na Avenida Pasteur, na Urca (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Rio de Janeiro – Bloco Tá Pirando, Pirado, Pirou! protesta contra tratamento de pacientes em manicômios no pré-carnaval do Rio durante desfile na Avenida Pasteur, na Urca (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Rio de Janeiro - Bloco Tá Pirando, Pirado, Pirou! protesta contra tratamento de pacientes em manicômios no pré-carnaval do Rio durante desfile na Avenida Pasteur, na Urca (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Rio de Janeiro – Bloco Tá Pirando, Pirado, Pirou! protesta contra tratamento de pacientes em manicômios no pré-carnaval do Rio durante desfile na Avenida Pasteur, na Urca (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Dai que carnavalizar é entrar em estado de liberdade criativa esfuziante. Pois é essa liberdade criativa esfuziante que o Bloco Tá Pirando, Pirado, Pirou, uma enunciação dos membros da saúde mental, coloca nas ruas do Rio para mostrar seus direitos e protestar contra o péssimo entendimento e atendimento dos casos em manicômios.

Rio de Janeiro - Bloco Tá Pirando, Pirado, Pirou! protesta contra tratamento de pacientes em manicômios no pré-carnaval do Rio durante desfile na Avenida Pasteur, na Urca (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Rio de Janeiro – Bloco Tá Pirando, Pirado, Pirou! protesta contra tratamento de pacientes em manicômios no pré-carnaval do Rio durante desfile na Avenida Pasteur, na Urca (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Rio de Janeiro - Bloco Tá Pirando, Pirado, Pirou! protesta contra tratamento de pacientes em manicômios no pré-carnaval do Rio durante desfile na Avenida Pasteur, na Urca (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Rio de Janeiro – Bloco Tá Pirando, Pirado, Pirou! protesta contra tratamento de pacientes em manicômios no pré-carnaval do Rio durante desfile na Avenida Pasteur, na Urca (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Rio de Janeiro - Bloco Tá Pirando, Pirado, Pirou! protesta contra tratamento de pacientes em manicômios no pré-carnaval do Rio durante desfile na Avenida Pasteur, na Urca (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Rio de Janeiro – Bloco Tá Pirando, Pirado, Pirou! protesta contra tratamento de pacientes em manicômios no pré-carnaval do Rio durante desfile na Avenida Pasteur, na Urca (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Rio de Janeiro - Bloco Tá Pirando, Pirado, Pirou! protesta contra tratamento de pacientes em manicômios no pré-carnaval do Rio durante desfile na Avenida Pasteur, na Urca (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Rio de Janeiro – Bloco Tá Pirando, Pirado, Pirou! protesta contra tratamento de pacientes em manicômios no pré-carnaval do Rio durante desfile na Avenida Pasteur, na Urca (Tomaz Silva/Agência Brasil)

O Bloco Tá Pirando, Pirado, Pirou já é uma tradição no carnaval de rua carioca, onde é muito aplaudido, principalmente pela luta da saúde mental trabalhada por seus integrantes.  O porta-estandarte com os dizeres “Aqui a Tristeza Pula de Alegria” mostra a potência dionisíaca que traspassa os brincantes. A tristeza para os brincantes é um estado que não mata a condição de ser alegre. Aliás, para o filósofo Nietzsche a tristeza, com enfermidade, é um estado de convalescença para a saúde. Uma transição que leva ao humor do existir.

Dionísio no corpo e na mente, moçada!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: