VIVA O VINIL! – JORGE MELLO: CORAÇÃO ROCHEDO

P1010715

 “Do papo entre amigos. Nas muitas noites. Bares e rodadas de chopp, nasceu esse trabalho.

                       À vocês que de alguma maneira deixaram aqui sua marca. Meu agradecimento” 

     Jorge Mello

“Vim aqui pra desvendar o teu mistério

Portanto é justo omitir opinião

Quanto antes possa eu ter um critério

Pra julgar a minha determinação

É a ti flor do céu que me refiro

Nesse trino de amor, nessa canção

Confessar não basta meu atrevimento

Mas o que eu faço com esse pobre coração…”    

“Este disco pertence aqueles que conquistaram a liberdade e principalmente aqueles que continuam buscando por ele”

   Jorge Mello

P1010716

Vinilesquizofílicos, estamos no mês de agosto do ano de 1978 no Estúdio Continental para apreciar a gravação da joia raríssima bolacha-crioula do piauiense Jorge Mello: Coração Rochedo. Uma insigne revelação apesar da ditadura civil-militar que se apossou do Brasil entre os anos de 1964 e 1985.

Jorge Mello, embora oriundo do Piauí, foi em Fortaleza que deu maior impulso a sua nobre carreira de músico e letrista. Não eram para menos. Frequentou o Bar do Anísio na orla da cidade onde frequentavam seus parceiros Belchior, Ednardo, Rodger Rogério, entre outros. Nesse point de artistas nasceram talentosas composições que figuraram no cancioneiro brasileiro.

P1010719 P1010720 P1010721Jorge Mello, como ocorreu com ouros grandes do Nordeste foram morar, pelo menos temporariamente, no Rio e São Paulo. Nessas capitais conheceu outros compositores com quem fez belas parcerias. Porém, sempre manteve a amizade com seu companheiro Belchior com quem compôs algumas peças relevantes.

Essa bolacha-crioula histórica, Coração Rochedo apresenta uma plêiade de compositores do Nordeste que sempre mantiveram ligação com Jorge Mello. Entre eles Clodô, Nonato, Klécius, Oswaldinho, Pedro Jaguaribe, Cássio, Betho, Constant, Beto Martins e Odair. Como também o coro composto por Heleninha, Cidinha e Rita. E a participação especialíssima da talentosíssima compositora, cantora, instrumentista e pesquisadora Marlui Miranda.

Direção Musical, arranjos e regências: Jorge Mello.

Fotos de capa: Fábio Praça.

Fotos do encarte: Clóvis Copelli.

Ideia da capa: Zé Roberto e Tereza Mello.

Lado – A

P1010722 P1010717Prisão/É Dia, É noite a Minha Cor/Ferroada/Dentro de Meu Olhos.

Lado – B

Nascendo de Novo/Claridade/Sentidos/Ladainha da Cidade Claramente.   

P1010723 P1010718

                                                         VIVA O VINIL!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: