‘Joana Princesa’: literatura infantojuvenil contra a transfobia

Livro de Janaína Leslão é o primeiro conto de fadas brasileiro que narra a história de uma princesa transgênero. Obra será lançada neste sábado, no Museu da Diversidade, em São Paulo.

por Xandra Stefanel, especial para RBA

Quando nasceu, a pequena princesa de IlhaAnã foi chamada de João. Seus pais acharam que ela era um menino, já que trazia no alto da testa uma marca vermelha e não uma marrom nas palmas das mãos, como traziam todas as mulheres de lá. Acontece que o tempo foi passando e, conforme João crescia, mais pedia que fosse chamado de Joana. Em seu aniversário de sete anos, antes do tradicional passeio pelo reino, seus pais ouviram, atônitos, seu pedido de aniversário: “De presente de aniversário, quero que me chamem de Joana para sempre. Eu sou uma menina!” Esta é a história Joana Princesa(Metanoia Editora, R$ 35), livro infantojuvenil de Janaína Leitão, que será lançado neste sábado (28) a partir das 13h, no Museu da Diversidade, em São Paulo.

Janaína, que é psicóloga e trabalhou questões ligadas à sexualidade, gênero e prevenção de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) com adolescentes, também é autora de A Princesa e a Costureira, um conto de fadas sobre o amor que nasce entre duas mulheres de mundos diferentes. “O referencial de final feliz que eles (os adolescentes) tinham ainda era o dos contos de fadas. Quando conversávamos sobre questões de sexualidade e gênero de pessoas trans ou do amor entre dois homens ou duas mulheres, não tinham nenhum referencial na literatura, muito menos nos contos de fadas. Só pelo noticiário de jornal, que mostra uma lâmpada na cara, uma travesti esfaqueada. Isso me despertou a vontade de escrever. Fui pesquisar e não tinha nada nesse gênero de literatura, com essas temáticas trabalhadas em uma linguagem mais leve e acessível”, afirma a autora.

Com ilustrações de Marina Tranquilin, o livro conta toda a trajetória da pequena Joana, que sempre quis ser “uma garota como as outras” e, para realizar seu sonho, parte em uma grande aventura em busca do Arco-Íris Mágico que, segundo a lenda, pode transformar rapazes em garotas e vice e versa. A obra traz personagens inspirados em figuras históricas: o nome da protagonista faz referência à guerreira Joana d’Arc, que liderou um exército de soldados franceses durante a Guerra dos Cem Anos; seu amigo Julio foi inspirado no historiador Jules Michelet, que popularizou a história da heroína; o cruel professor de natação, Pedro, é uma referência ao bispo Pierre Cauchon, que presidiu o julgamento de Joana d’Arc pela Inquisição.

Assim como A Princesa e a Costureira, o novo livro de Janaína Leslão é uma marca importante para a literatura infantojuvenil brasileira, já que é o primeiro conto de fadas nacional que traz uma personagem transgênero. Joana Princesa também vem para provar que o famoso final “e viveram felizes para sempre” deve englobar toda a diversidade que existe na sociedade, independentemente de raça, situação social, orientação sexual ou identidade de gênero.

“Cada um no seu espaço e à sua maneira pode contribuir para uma sociedade menos intolerante. Acho que este livro é um tipo de contribuição. Eu espero que isso faça diferença na vida de algumas pessoas. É óbvio que eu não vou mudar o mundo com os livros que eu escrevo, mas espero que eles façam sentido na vida de algumas pessoas e que também acolham algumas pessoas”, declara a autora.

O lançamento no Museu da Diversidade será realizado poucas horas antes da Caminhada de Mulheres Lésbicas e Bissexuais, que será realizada na tarde de 28 de maio, em São Paulo. Trata-se de uma espécie de “esquenta literário” para a Parada do Orgulho LGBT, que ocorre no domingo (29), na capital paulista. O evento chamado “Lançamentos em favor da diversidade sexual” apresenta outros dois livros: Entre Páginas, de Lis Selwyn, e Sam & Jessy: Uma Verdadeira História de Amor, de Priscila Cruz. O evento contará com sessão de autógrafos e bate-papo com as autoras.

Lançamentos em favor da diversidade sexual
Quando:
28 de maio, das 13h às 19h
Onde: Museu da Diversidade Sexual
Rua do Arouche, 24, República, São Paulo (SP)
Quanto: grátis
Mais informações: (11) 3882-8080

Joana Princesa
Autora:
Janaína Leslão
Editora: Metanoia
Páginas: 50
Ano: 2016
Preço: R$ 35

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: