PRÁXIS E POIESIS, EM MANAUS, NO POETAÇO “FORA TEMER!”

IMG-20160616-WA0006

Hoje, dia 17, em Manaus, a multiplicidade das práxis e poiesis se encadearão como rede de desejos sensitivos, intelectivos, éticos e estéticos em forma de meta democrática, com sua potência-política, para enfraquecer a força-molar da configuração golpista que se instalou no Brasil com a usurpação do governo Dilma Vana Rousseff.

Serão músicos, poetas, grafiteiros, escritores, teatrólogos, dramaturgos, atores, atrizes, pintores, grafiteiros, ativistas culturais afrosóficos, hip-hop, rap, cantos juninos, entre outras expressões que comporão o Devir-Poetaço. Uma subjetividade criadora que corta as linhas duras que sedimentam as forças controladoras que estão petrificadas como golpe.

Esse o Devir-Poetaço. Toda liberação das potências só ocorrem como criatividade. O Resto é tão somente repetição do já posto como realidade inalterável. Por si só, uma aberrante forma de controlar o movimento criador de novas formas ontológicas de existências.

      Sim, o local!

       Praça do Congresso – Centro.

       É, o horário!

       Às 17 horas.

Vamos lá, moçada! Deixe que sua práxis e poiesis lhe conduzam! 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: