Festival reúne atividades que promovem direitos humanos e cidadania

Quarta edição do Festival de Direitos Humanos – Cidadania nas Ruas promove até 17 de dezembro shows, exibição de filmes, debates e intervenções em diversos pontos da capital paulista.

A Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania realiza de amanhã (10) a dia 17 um festival que incentiva a ocupação dos espaços públicos e a promoção da cidadania. A quarta edição do Festival de Direitos Humanos – Cidadania nas Ruas talvez seja a despedida simbólica de uma gestão que começou a transformar São Paulo em uma cidade menos dura e mais gentil. Antes que o novo prefeito eleito, João Doria, assuma com sua equipe que desde jácriminaliza os moradores da periferia, a capital paulista recebe uma festa com mais de 30 atividades gratuitas em diversos locais da cidade.

A programação inclui shows, sessões de cinema, debates, intervenções urbanas, lançamento de publicações e entregas dos prêmios Dom Paulo Evaristo Arns, de Educação em Direitos Humanos e do Prêmio de Direito à Memória e à Verdade Alceri Maria Gomes da Silva.

O festival será aberto neste sábado com o lançamento do novo portal Memórias da Ditadura, do Instituto Vladimir Herzog. Às 11h, o Cine Direitos Humanos exibe no Espaço Itaú de Cinema, no Shopping Frei Caneca, o documentário Entre a Luz e a Sombra, de Luciana Burlamaqui, que investiga a violência e a natureza humana a partir de histórias de pessoas que tiveram seus destinos cruzados no Complexo do Carandiru. Os destaques do evento são os shows que serão realizados neste sábado, entre 16h e 18h30: sobem ao palco do Vale do Anhangabaú as cantoras Liniker e Tulipa Ruiz e o rapper Rashid.

No domingo, a Casa de Cultura da Brasilândia recebe, entre 16h e 18h, a Batalha das Máquinas: Encontro de Dança de Rua, que reúne dançarinos iniciantes e experientes para promover as danças urbanas. Na terça-feira (13), quatro atividades abordam temas ligados à situação das mulheres e feminismo, como orientação, capacitação, colagem de lambe-lambes com mensagens feministas, empoderamento de mulheres imigrantes e uma discussão/instalação sobre a relação entre os corpos de mulheres e o espaço urbano.

Entre as sessões de cinema, está prevista a exibição de Trago Comigo, filme de de Tata Amaral, sobre um diretor de teatro aposentado que reconstrói nos palcos sua atuação política na época da ditadura; e o longa-metragem Precisamos Falar Sobre Assédio, um documentário de Paula Sacchetta que traz depoimentos de mulheres de 15 a 84 anos sobre os vários tipos de assédios que sofreram.

A programação completa do 4° Festival de Direitos Humanos – Cidadania nas Ruas está disponível no site da secretaria municipal.

Confira como foi a 3ª edição do festival:

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: