FIÓTI LANÇA REMIX DE “DÁ PRA FAZER’ COM O RAPPER AMERICANO TWELVE’LEN

Música e clipe que foram ao ar na última sexta-feira apresentam os bastidores do encontro entre os dois rappers
por Redação RBA.
 
                                                            DIVULGAÇÃO

rappers

A versão remix de ‘Dá Pra Fazer’ foi gravada por Fióti e Twelve’len em Miami

No início de dezembro, o paulistano Evandro Fióti embarcou para Miami para se apresentar ao lado do rapper norte-americano Twelve’len. O resultado do encontro acaba de ser lançado na rede pelo coletivo Lab Fantasma: um remix do single Dá Pra Fazer e seu respectivo videoclipe.

A composição, uma parceria de Fióti com seu irmão, o rapper Emicida, e uma marca de calçados, foi originalmente lançada no segundo semestre do ano passado e inspirou a realização do festival de música Dá Pra Fazer. A visibilidade foi tanta que o artista foi convidado para se apresentar no Festival Art Basel, na Flórida, ao lado do rapper Twelve’len em uma espécie de intercâmbio.

A letra diz muito sobre o trabalho de Fióti e Emicida, já que faz um manifesto de incentivo aos que fazem a cena independente e acreditam no poder de fazer algo relevante e inspirador para mudar a cidade e situações em que vivem. “Eu tenho meu jeito, minhas ‘coisinha’/ Pra levar a vida sem trava/ Um improviso aqui, um remendo ali/ Assim eu tive o que eu precisava/ É tão impossível que pra ficar crível/ Eu tive que juntar várias ‘fita’/ Tipo as ‘história’ de lá / O que tem de sofrida, tem de bonita/ Inspirei em gente da gente/ Que tá no sol quente num batente cedinho/ Um busão bem lotado, no passo apertado/ Correndo atrás de um caminho/ Um sonho no peito, o mundo imperfeito/ Seguindo direito a estrada/ É por esses que eu torço, talento e esforço/ As ‘mina’ e os ‘moço’, a quebrada”, canta.

A diferença entre a versão original e o remix é que Twelve’len também traz versos com sua própria trajetória, ou seja, sobre alguém que, assim como Fióti e Emicida, também nasceu no subúrbio e teve de ter “pé no chão e cabeça no céu” para superar as adversidades e chegar onde está. “É verdade que nós podemos ganhar/ É verdade, não conto de fadas, eu prometo/ (…) Eu nado em piscinas de sonhos, realizações/ Nós temos de vencer/ Nós temos de vencer/ Aprender como tratar seu vizinho/ Porque um dia ele poder ter de te salvar”, canta em inglês.

Em entrevista no site do Laboratório Fantasma, o rapper norte-americano afirma que o encontro com Fióti será uma ponto rumo algo maior: “Eu quero com esse encontro construir uma ponte que permita à América do Sul e à América do Norte circularem livremente. Eu quero mostrar ao mundo que as culturas têm semelhanças e diferenças mas o interesse é sempre o mesmo. Eu estou esperando fazer uma música bonita com o Fióti e outros brasileiros no futuro para mostrar a todos o que é o amor”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: