BRASIL DE FATO: COM ARTIGO SOBRE FEMINISMO LÉSBICO< LIVRO "EXPLOSÃO FEMINISTA" SERÁ LANÇADO NO RIO

LITERATURA

A publicação, organizada por Heloísa Buarque de Hollanda, reúne artigos sobre um panorama da onda feminista no Brasil

Camila Marins

Brasil de Fato | Rio de Janeiro (RJ)

O lançamento acontece nesta quinta-feira (29), na livraria da Travessa, em Ipanema, no Rio de Janeiro - Créditos: Divulgação
O lançamento acontece nesta quinta-feira (29), na livraria da Travessa, em Ipanema, no Rio de Janeiro / Divulgação

Nesta quinta-feira (29), será lançado livro “Explosão Feminista”, na livraria da Travessa, em Ipanema. Organizado pela professora Heloísa Buarque de Hollanda, a publicação reúne artigos sobre um panorama múltiplo da quarta onda feminista no Brasil de 2013 até hoje e é definida como um livro-ocupação.

Heloísa convidou mulheres de diferentes origens e campos de atuação para tratar deste tema que, de 2013 para cá, vem ganhando um alcance sem precedentes. “Como, nesta quarta e surpreendente onda, o movimento tem se organizado nas ruas, nas redes e na política? De que maneira as mulheres estão se posicionando nas artes, na poesia, no cinema, no teatro, na música e na academia? Quando dizemos ‘feminismos’, no plural, de quem exatamente estamos falando, e qual é a importância de marcar as diferenças? E, por fim, quem são, no Brasil, as veteranas que vêm fazendo história, tanto na área cultural quanto na política?” são algumas das reflexões promovidas ao longo do livro.

Um dos capítulos sobre “Feminismo Lésbico” é assinado pela roteirista, pesquisadora e agitadora cultural sapatã, Érica Sarmet, que entrevistou mulheres lésbicas de diferentes regiões do Brasil. “É inegável como certas discussões que antes se davam apenas no âmbito dos movimentos sociais agora já fazem mais parte das vidas das pessoas. Ao meu ver, a ascensão do fascismo está diretamente ligada, entre outros fatores, a essa explosão, como uma reação conservadora mesmo a essa mobilização das mulheres. O bom é que já explodiu e não tem volta”, afirmou Érica, que foi indicada por Adriana Azevedo. O artigo reúne entrevistas feitas por WhatsApp método escolhido para possibilitar a produção em pouco tempo e também para dialogar com o ativismo em redes sociais tão utilizado nessa quarta onda do feminismo. Erica foi convidada em setembro de 2017 e produziu o artigo em dois meses. 

Entre as entrevistadas estão Neusa das Dores Pereira (Casa das Pretas), Yone Lindgren (ABL), Bárbara Alves (Lesbibahia), J Lo Borges (Coletiva Visibilidade Lésbica), Renata Alves (Coletiva Luana Barbosa/Sarrada no Brejo), Franci Junior (Dandara – Movimento das Mulheres Negras da Floresta), Evellyn Tavares (Velcro), Gláucia Tavares (Isoporzinho das Sapatão e Velcro), Yasmin Ferreira (Coletiva Visibilidade Lésbica), Adriana Azevedo, Neide Vieira, Raíssa Éris Grimm, Juliana Cesario Alvim Gomes.

O lançamento acontecerá nesta quinta-feira  (29), às 19h, na livraria da Travessa, localizada na Visconde de Pirajá, 572, Ipanema, no Rio de Janeiro. 

Edição: Mariana Pitasse

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: