Posts Tagged ‘perifa’

Mostra Cooperifa apresenta produção artística da periferia de São Paulo

Outubro 22, 2013

1380646_522434051173192_1635270519_n

A cultura e a arte está e vem de todos os cantos. A produção artística libertária sai e sempre está presente nas periferias. É por isto que até o próximo domingo (27) está rolando a sexta edição da Mostra Cultural da Cooperifa que oxigeniza as paradas periférica em espaços públicos, como praças, escolas e o Centro Educacional Unificado (CEU).

Diversas linguagens entremeiam as comunidades da zona sul paulistana trazendo dança, música, teatro e cinema. Na música as atrações envolvem gente como o paraibano “respeitem seus cabelos, brancos” Chico César, Edi Rock, e o rapper Mano Brown.

Organizada por um dos criadores do Sarau da Cooperifa (da própria instituição) e gestor cultural das periferias, o poeta Sérgio Vaz, no evento  “A ideia é trazer o artista para a periferia, apresentá-lo e apresentar a periferia para os artistas. A gente faz essa troca(…)”Após 12 anos de trabalho, percebemos mudanças radicais na comunidade e isso cria um ambiente de efervescência cultural. O Cinema na Laje, a gente faz às segundas, a cada 15 dias, sempre com um documentário e também convidando atores, diretores para um bate-papo sobre o filme. A pipoca é grátis”, explica Vaz.

Hoje às 14 horas o Balé Capão Cidadão, do Capão Redondo, se apresenta no CEU Casa Blanca. O sarau da Cooperifa, que sempre ocorre no Bar do Zé Batidão no Jardim Guarujá, no dia 23 deve reunir pelo menos o dobro do público de todas as quartas-feiras, segundo estimativa da organização nesta celebração de 12 anos de atividade: “São cerca de 500 a 800 pessoas nesse dia. Chamamos de Sarau Monstro. Vêm as pessoas da comunidade, mas também de vários coletivos da cidade e até do Brasil”. Os microfones estarão abertos para todo o público recitar versos próprios, de poetas conhecidos ou cantores famosos.

Na quinta (24) a partir das 19 horas vai rolar o som do engajado Fino do Rap e Tati Botelho enqunato na sexta (25) às 20 horas o coletivo negro traz o teatro em “Movimento Número 1: O Silêncio de Depois…”. No domingo além das atrações musicais rola o Grupo de capoeira Angola Irmãos Guerreiros.

A programação completa pode ser conferida na página oficial da mostra no Facebook MostraCulturalDaCooperifa.

Grafitte, Street art, MTO

Abril 17, 2013

 

MTOMateoStreetArtistspikelee

5684423506_339112012a_z

MTOMateoStreetArtistHendrix

MTOMateoStreetArtistEminem

MTOMateoStreetArtistselfprotrait

 

6400724293_5096f0985f_z

6045773486_8cc6a6db55_z

A cena do grafitti e street art dos Estados Unidos e nos Estados Unidos

Janeiro 29, 2013

"Sum Times" by Aakash NihalaniAakash Nihalani, Sum Times, NYC

"Sum Times" by Aakash Nihalani

Aakash Nihalani, Sum Times, New York City

Bumblebee  e Zio Zielger- Culver City, USA

Bumblebee  e Zio Zielger- Culver City, USA

Bumblebeelovesyou Hollywood CA USA

Bumblebeelovesyou – Hollywood CA USA

ROA- NYC-Brooklyn

ROA- NYC-Brooklyn

ROA-2012-NYC- Williamsburg-9thxHavemeyer-by night-picture credit Luna Park_1000

ROA-2012-NYC- Williamsburg-9thxHavemeyer-by night-picture credit Luna Park_1000

ROA-2012The Painted Desert Project, Navajo Nation, Arizona.

ROA-2012- The Painted Desert Project, Navajo Nation, Arizona.

Wk interact Grafitti New York Ground Zero

Wk interact – Grafitti New York Ground Zero painting

Fotos do sítio Unurth

Rocinha recebe Mostra de cinema

Janeiro 25, 2013

A Biblioteca Parque na favela da Rocinha recebe hoje e amanhã (25 e 26) a Mostra Verão de Cinema que trará 21 filmes nacionais, com a presença de produtores e diretores e com entrada gratuita.

Esta mostra de cinema periférico mostra que a perifa também é lugar de arte, de produção. Um kinemasófico periférico tem uma força muito grande na transformação do olhar dos moradores, bem mais se fosse realizado num centro.Todas as sessões terão discussões sobre o tema abordado.

Além disso será exibido cinemas nacionais e não aqueles filmes de péssimo conteúdo que se trasvestem de novelas. Cinemas como Copa Vidigal, de Luciano Vidigal; o belo curta A Grande Viagem, de Caroline Fioratti, ; Kusirawã, de Dominique Tilkin Gallois e Gianni Puzzo; Entre Vãos, de Luiza Caetano ; Doce de Coco, de Allan Deberton; Barra e Barreiras, Retrato de Kelly Alves, de Ricardo Migliore; Grafiti que Mexe, do Coletivo Grafitti com Pipoca ; Sua Majestade, o Delegado, de Clementino Júnior; Menino do Cinco de Marcelo Matos de Oliveira e Wallace Nogueira; A Galinha que Burlou o Sistema de Quico Meirelles e pra encerrar o filme Rocinha 77, de Sergio Peo.

Segundo o coordenador da amostra o “objetivo é promover aos moradores acesso à educação, ao entendimento sobre os seus direitos e á socialização no ambiente. Vamos expôr temas de LGBT [lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais], igualdade racial e etnia. Como exemplo, o que foi feito durante o Rio+20 na comunidade, quando junto com os moradores propusemos o diálogo a respeito do planeta e ações no ambiente”. Salaam Cinema.

Museu brasileiro da escultura recebe neste mês a 2ª Bienal Internacional Graffiti Fine Art

Janeiro 16, 2013

A exposição acontece no Museu brasileiro da escultura (MUBE) em São Paulo a partir da próxima terça, 22 de janeiro.

A poesia pernanbacana de Miró

Janeiro 4, 2013

Quantos sacos di cimento

Há em ti São Paulo?

Quiçá meu coração não fique concreto

Alguma coisa acontece?

A elite vai em massa a Eletra

Substantivo concreto

Quem lê os campos?

Substantivo abstrato

Náufragos dessa onda

Atenção para o toque di 8 segundos

Manifesto Contra a Cultura Lata di Sardinha

Certos estranhos

pedaços de rua

habitam meu olhar.

A solidão sentada

no colo das vovós

novelo de linha,

traçando o tempo

veloz das esquinas.

Radiografia

Recife,

cidade das pontes

e das fontes

de miséria.

Poetas mendigando

passes

pra voltar

pra casa.

E sua poesia

passando despercebida,

aliás

nem passa.

Marginal Recife

Passo horas

Pensando porque tanto penso

Em algo que não é nem tanto.

Ser humano:

Saco de coisas.

Uma pá de sentimentos.

Tijolo por tijolo

Até virar cimento.

…………………………………….

O cheira-cola coçando piolhos

De frente ao aeroporto

Fantasias eróticas Domingo e segunda-feira

-21 hs- não percam!!

Um pedreiro negro sem camisa e chapéu

Dizendo ao patrão branco

O que tá faltando na construção do mundo.

Dois caras encostados na estátua

da calçada do Geraldão

Na inércia de uma Terça nublada

O motorista do ônibus dá um banho

num cara de gravata todo arrumado

é melhor evitar a Mascarenhas de Moraes

(disse o cara pelo celular)

uma sirene da polícia bem alto

avisando ao ladrão que está chegando

um ser humano se arrastando

no alumínio do ônibus

descendo com duas moedas de 10 centavos

De Muribeca ao Centro