Archive for the ‘Brasil 247’ Category

TOM ZÉ FAZ MÚSICA SOBRE DELAÇÕES: ´HOMOLOGA LOGA ESSE CASCALHO`

Janeiro 29, 2017

Cantor e compositor baiano Tom Zé divulgou na noite desta sexta-feira, 27, a música “Queremos as delações”, no momento em que o Supremo Tribunal Federal conclui os últimos procedimentos para homologar as delações de 77 executivos e ex-executivos da Odebrecht; “Pessoal, esta canção fiz com Paulo Lepetit pra gente torcer pela publicação das delações, que há quem esteja interessado em esconder”, afirmou Tom Zé em sua página oficial no Facebook; ouça

O cantor e compositor baiano Tom Zé divulgou na noite desta sexta-feira, 27, a música “Queremos as delações”, feita por ele e pelo compositor Paulo Lepetit, no momento em que o Supremo Tribunal Federal conclui os últimos procedimentos para homologar as delações de 77 executivos e ex-executivos da Odebrecht.

“Pessoal, esta canção fiz com Paulo Lepetit pra gente torcer pela publicação das delações, que há quem esteja interessado em esconder”, afirmou Tom Zé em sua página oficial no Facebook. O cantor anunciou ainda que divulgará o arranjo completo da música na segunda-feira, 30.

Ouça:

Anúncios

GERALDO AZEVEDO PUXA UM FORA TEMER E A PLATEIA EXPLODE

Julho 18, 2016

DÁRIO GABRIEL - 85-9922-9997: <p>Geraldo Azevedo no projeto Canto e poesia da Caixa Cultural em Fortaleza -Ce.Fortaleza-Ce, 15.03.2013 Foto:Dário Gabriel</p>

Um dos maiores compositores brasileiros, Geraldo Azevedo puxou um ‘Fora Temer’ ao tocar sua Canção da Despedida, sobre um “rei mal coroado”; veja como a plateia reagiu.

Um dos maiores compositores brasileiros, Geraldo Azevedo puxou um ‘Fora Temer’ ao tocar sua Canção da Despedida, sobre um “rei mal coroado”, que não queria a paz em seu reinado, pois sabia que não ia ser amado.

Originalmente composta como protesto contra a ditadura militar, a canção foi reinterpretada para os dias atuais, em que o Brasil tem um interino levado ao poder por um golpe parlamentar, que afastou uma presidente eleita sem crime de responsabilidade.

Veja, abaixo, como a plateia reagiu (vídeo postado pela páginaContra o Golpe Fascista):

Leia, abaixo, a letra:

Canção da Despedida

Geraldo Azevedo

Já vou embora
Mas sei que vou voltar
Amor não chora
Se eu volto é pra ficar
Amor não chora
Que a hora é de deixar
O amor de agora
Pra sempre ele ficar
Eu quis ficar aqui
Mas não podia
O meu caminho a ti
Não conduzia
Um rei mal coroado
Não queria
O amor em seu reinado
Pois sabia
Não ia ser amado
Amor não chora
Eu volto um dia
O rei velho e cansado
Já morria
Perdido em seu reinado
Sem maria
Quando me despedia
No meu canto lhe dizia

Confira também o vídeo de Canção da Despedida: