Archive for the ‘Cursos’ Category

SEMINÁRIO SOBRE CIRCO E TEATRO DE RUA

Agosto 11, 2014

Artistas brasileiros e estrangeiros se apresentam durante o Festival Internacional de Palhaços - Sesc Fest Clown (Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Ocorre hoje, dia 11, na Escola Nacional de Circo, no Rio de Janeiro, o Seminário sobre Circo e Teatro de Rua. A temática do seminário é: Registro e Memória: Da Tradição Oral para a Escrita.  O objetivo do seminário é discutir a realidade atual do circo e o teatro de rua. Assim como suas perspectivas diante da sociedade. O seminário é coordenado pelo Grupo Off-Sina.

“Dentro da tradição circense, todos os ensinamentos são passados por meio da tradição oral entre as gerações das famílias circenses. É preciso ter consciência de se resgatar a memória e ter o registro escrito das histórias circenses e dos personagens para que não caiam no esquecimento.

O circo e o teatro de rua são importantes instrumentos da construção da cidadania cultural”, observou a artista Lilian Moraes que interpreta o Palhaço Currupita.

Durante o seminário os integrantes do Grupo Off-Sina farão o lançamento da obra que conta a história do grupo: “Almanaque de 25 Anos do Off-Sina”.

Anúncios

Dar alma à correnteza: um curso com João Gilberto Noll

Janeiro 13, 2014

A proposta é evidenciar primeiramente o próprio fluxo da escrita e a vitalidade da narrativa, deixando para um segundo momento a sua prática artesanal. A escrita como descoberta de algo até então ignorado, inconsciente. A literatura vista, portanto, como o ato de surpreender, de dar voz ao silenciado. Com isso trabalha-se a tensão entre o enigma da linguagem e a comunicação narrativa.

Para ilustrar esses dois focos, pede-se a leitura de dois livros que serão comentados durante às aulas:

-Lavoura arcaica de Raduan Nassar

-O voo da madrugada de Sérgio Sant’Anna

*São matrizes de um texto mais excessivo e de outro mais distanciado, para assim instigar pendores distintos.

Durante a oficina, os participantes produzirão textos que serão lidos e comentados por João Gilberto Noll.

 Aluno

Carga horária total – 20 horas – 10 encontros

Para aspirantes a escritores, com ou sem obra em andamento.

Inscrições até 13/01/2014 ou até acabarem as vagas.

Sobre o professor 

1e6b9d4e62fa9fe49dfda80e9034b1ed2LJoão Gilberto Noll um dos maiores escritores da literatura brasileira. Publicou treze livros. Recebeu inúmeros prêmios, incluindo o Prêmio Jabuti em cinco ocasiões, em 1981, 1994, 1997, 2004 e 2005, com as obrasO Cego e a Dançarina, Harmada” ,A Céu Aberto”, ”Mínimos Múltiplos Comuns” e “Lorde”. Seu romance “HARMADA” está incluído na lista dos 100 livros essenciais brasileiros em qualquer gênero e em todas as épocas da Revista Bravo

De 20 a 31 de janeiro
Horários:
Segunda a sexta, das 20h às 22h

Inscrições: até 13 de janeiro

INFORMAÇÕES: B_arco

DILMA INAUGURA UNIDADE DO CENTRO DE CULTURA BB EM BELO HORIZONTE

Agosto 28, 2013

dilma bh 27/08

Depois de sua visita ao Congresso, onde foi efusivamente homenageada, até por inimigos, a presidenta Dilma, pela parte da tarde, inaugurou, em Belo Horizonte, o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB). O centro vai fazer parte do complexo cultural na Praça da Liberdade. Lugar onde, segundo a presidenta, deu seus primeiros passos, antes da ditadura lhe prender, posteriormente os acasos históricos lhe conduzirem ao Rio Grande do Sul.

“Popularizar a cultura implica não só dizer que devemos popularizar a cultura, mas ampliar, oferecer e tornar disponíveis todos os instrumentos para isso. E sem dúvida alguma, nós temos certeza de que o vale-cultura vai ser o instrumento dessa popularização e do acesso”, disse a presidenta.

Durante pronunciamento, Dilma, falou sobre a importância de Minas Gerais no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O programa vai atuar nas cidades histórica como Diamantina, São João Del Rei, Ouro Preto, Mariana, Sabará, Congonhas e Cerro, além de Belo Horizonte. O programa contará com R$ 1.6 bilhões para ser aplicado na proteção e desenvolvimento do patrimônio.

“O PAC beneficiará, sobretudo, o estado de Minas Gerais, pois temos aqui um espaço de patrimônio histórico e cultural invejável”, considerou a presidenta.

OFICINA DE ARTE-TERAPIA

Julho 31, 2013

 

Belém do Pará recebe importante curso gratuito sobre História da Arte

Julho 19, 2013

Serão apenas três dias, intensos, porém. De 8 a 10 de agosto, em parceria com o Itaú Cultural, traz o curso “História da Arte – da Moderna à Contemporânea”, de forma gratuita, como parte do programa Rumos Itaú Cultural Artes Visuais 2011/2013, que está percorrendo nove cidades das regiões Norte, Nordeste e Centro Oeste do país, promovendo cursos com especialistas da área.

 

Levando em consideração os principais eventos e movimentos artísticos do modernismo até a contemporaneidade, o curso está estruturado para acontecer em três dias, como desdobramento do programa Rumos Artes Visuais do Itaú Cultural.

 

São três diferentes ministrantes para abranger em cada um dos módulos períodos que vão da década de 1980 até a atualidade, com Milton Machado; da década de 1950 a 1970, com Felipe Scovino e da década de 1920 a 1940, com Paulo Miyada. A iniciativa tem como objetivo aprimorar os conhecimentos dos profissionais de todas os segmentos artísticos e amplia a parceria que o IAP vem concretizando com Instituto Itaú Cultural.

 

 Saiba quem são os ministrantes Felipe Scovino é professor da Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Foi curador das exposições Décio Vieira: investigações geométricas (Centro Universitário Maria Antonia, São Paulo, 2010), O lugar da linha (Paço das Artes, São Paulo e MAC, Niterói, 2010), Lygia Clark: uma retrospectiva (Itaú Cultural, São Paulo, 2012) ao lado de Paulo Sergio Duarte, entre outros.

 

 

É um dos curadores do Rumos Artes Visuais 2011-13. É organizador dos livros: Arquivo Contemporâneo (7Letras, 2009), Cildo Meireles (Azougue Editorial, 2009) e Carlos Zilio (Museu de Arte Contemporânea de Niterói, 2010). Também é curador, ao lado de Pieter Tjabbes, da retrospectiva de Abraham Palatnik para o CCBB de Brasília.

 

Milton Machado é artista plástico, escritor e pesquisador. Arquiteto formado pela FAU-UFRJ (1970), Mestre em Planejamento Urbano pelo IPPUR-UFRJ (1985) e PhD em Artes Visuais pelo Goldsmiths College University of London (2000). É Professor Associado do Departamento de História e Teoria da Arte e do PPGAV-Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais, Escola de Belas Artes EBA/UFRJ.

 

Desde 1970, realizou inúmeras exposições individuais e participou de coletivas, no Brasil e no exterior. Tem textos publicados em meios impressos e digitais. É pesquisador do CNPq. Paulo Miyada é arquiteto e urbanista pela FAU-USP, onde cursa seu mestrado com orientação do Prof. Dr.

 

Agnaldo Farias, na área de História e Fundamentos da Arquitetura e Urbanismo. Atualmente coordena o Núcleo de Pesquisa e Curadoria do Instituto Tomie Ohtake. Trabalhou como assistente de curadoria da 29º Bienal Internacional de São Paulo e, como curador, nas exposições coletivas “Em Direto” (Nov 2011) e “É Preciso Confrontar as Imagens Vagas com os Gestos Claros” (Set 2012), ambas na Oficina Cultural Oswald de Andrade em SP.

 

 

Além de exposições que incluem a seção brasileira de “Beuys e bem além – Ensinar como Arte” (com Agnaldo Farias, no Instituto Tomie Ohtake, 2011), “Exposição” de Theo Craveiro (Galeria Mendes Wood, 2012) entre outras, Agnaldo também colaborou com o livro “Logo depois da vírgula – Livro de Geo-Grafia”, de Mattia Denisse (Portugal, 2011) e publicou ensaio crítico na revista Elástica n.2 (2012).

 

Ministra cursos livres no Instituto Tomie Ohtake desde 2011 e apresentou uma série de aulas de história da arte no Centro Cultural Usiminas, em Ipatinga, em 2012. Serviço Curso História da Arte – da Moderna à Contemporânea. No IAP – Instituto de Artes do Pará – Praça Justo Chermont,235, Nazaré. De 8 a 10 de agosto, das 9h às 17h (intervalo: das 12h às 14h) – 70 vagas. Inscrições no IAP. Mais informações (91) 4006-2911.