Archive for the ‘Natal’ Category

NELSON NOEL, 13 VEZES NATAL REFRESCANDO COM PICOLÉS E SORVETES CRIANÇAS DOS BAIRROS DE MANAUS

Dezembro 25, 2014

altAtk2FSeYoxr-EQ794bwLOaA--blat_gDo9MuHddahOyb

No início era Papai Noelson, mas o verbo se fez necessidade então, para se autentificar, se fez Nelson Noel. Na intensidade de Papai Noelson e, agora, Nelson Noel, se movimentam 13 anos junto com as crianças no Natal. É a festa refrescante com picolés e sorvetes distribuídos para as crianças no encantamento da alegria no calor de Manaus.altAlc6eCPcJYrkBGzWTvZ6tYUv5WDjR4MgOd-gd2ztezwJ

altAg1GXqZC1BeiJLckM-vsYwApmVmWiJypTN0VzsuVAtnQaltAg1PfmyARTpgp1z7tnoNjb7FDkCx5kU8L3-ZFcR4TrZYaltAg6ITwQdkG_Pu3uK_3YzE0n2BfBS7nDBF8Mp8arwg7ckaltAg6rzHfTZk7DvzH0laNYzthMdUfMsxB9wNVSlfOTK85naltAhXBMwd1sMfeiPAVRujkK7wWDZl9pODRS3FsEov2EVHualtAiYivLwsESLJsNBKLdrD7b7WlgkZhQ-hyqQzkw4FbFo-altAj9FgRzvXb6taEgc5rthOkfgMrAUuzMa42-KH9yE9AIyaltAk-AY9nCnofP6cUGq3SXVjRyaKnd6BIp9t1cslSopb3QA não-cidade de Manaus carrega um triste passado quando se trata de entretenimento público. Todos os prefeitos nada ofereceram de festividade pública para as crianças no Natal. E agora, o presente de Manaus, contínua triste nessa gestão pouco pública do prefeito Arthur Neto do PSDB, partido da burguesia-ignara. Daí a necessidade e a importância da atuação do Nelson Noel nesse período. Não é pela falta de administração pública, que as crianças dos bairros desassistidos de Manaus vão ficar sem uma alegria.

altAlTXCA7l1NDQRl2QbpId2Zidl6rMwqWkA1zFnJ0dVmSValtAlxJhDB-4BNYqFc-FZQ47efwQZq_0EyGxYo9A8rsToMraltAmqHT6PkpUQkz8G3mludr_bLsXhRc-Hver2YhzIXImoAaltAndZ8TlI3x0mbSXnjxc-M9HbZhv-8kABSB0ZqBCtqUDUaltAnQ3aaHPrWMyecbP2GoU5UJBgwf0YIEfqdZwJQ62BzkDaltAo_goI24uQ5OeBp_MTGXSxXUsAdso8gQvB0lOIY8LQZGaltAoDPCeWsq8Bri6YjXuKwYBq9TeYqkrfu6VrEp4z8PlUoO pós-cinquentão Nelson Noel, apesar das dificuldades que vem tendo financeiramente para realizar essa festa lúdica, não esmorece. Quando inicia o segundo semestre ele já começa a imaginar como vai ser a festa das crianças. Conforme o tempo vai passando e vai se aproximando dezembro, a imaginação começa a se materializar.

altAoGoa_iedtoEGFIlfvcnMksmbPENuQ8X6ooG8Z9EWK_PaltAohBSi5ZMtkyRB8Ecig0heS_3IYaqRNElqx1GtOnYrFlaltAoOoDkZS7KgykB6JH_yV36sW_uQVDB_HUO7E7Qg9lPZ2altAp85IH32IQDIq-DjjjyETJWKLOvskK28KOBvpq4gupu2altApEJoX5GXWpJ7Wa-Rfm_IU5RNw6q69vkXhgnYTHvnKTLaltApFYU3EQ3khORVUOmKLSBFnoZ_qqxZy3NZetujkY4f91altApGlsIpC2JjIDRVltd-1hkWmPMYOgR-ipAhX9K1xmDGnaltAq0qOWygFVQ6y0y13tIkaKtgr2oZwm-YCOin4VxUq8ueEntão, chegou o Natal! E lá vai Nelson Noel com seus milhares de picolés e sorvetes para os bairros desassistidos pelo poder público. Nelson Noel acorda bem cedo e, junto com amigos colaboradores, inicia o ritual preparativo para a caminhada. Com sua barba branca de salão de beleza, visto ainda manter a barba preta e que deixou crescer durante todo o ano, se traveste de bom velhinho, como dizem alguns, e cai na estrada.

Ao contrário do alcunhado bom velhinho, que só se materializa nas famílias com dinheiro, Nelson Noel, democratiza o Natal com crianças de famílias desassistidas e só assistidas pelo Bolsa Família. Poderia até se afirmar que o Natal que Nelson Noel proporciona às crianças é o Bolsa Família picolé e sorvete do Natal. Bem que ele gostaria (gosta) que todo dia pudesse distribuir os refrescantes sabores nessa Manaus onde as crianças são cada vez mais empurradas para o isolamento. Mas, ele não é financeiramente um empresário com essas condições.

Não importa, ele vai à luta, como dizem os engajados socialmente que não se restringem a privacidade familiar que só persegue seu pirão primeiro. Então, nesse Natal, Nelson Noel, mandou ver. Quase 40 mil refrescantes distribuídos em vários bairros. Uma festa colorida de crianças e picolés e sorvetes. Crianças com panela, saco, copo, balde, bacia, entre outros objetos, para ganhar suas partes.

Vejam as fotos e confirmem a festividade. Vejam como se encadeou essa festa das crianças que quase sempre não têm dinheiro para comprar o mais simples picolé. Entretanto, essas crianças têm uma diferença abismal em relação às crianças cujos pais têm condições financeiras para comprar sorvete e picolé. Essas crianças saboreiam os refrescantes com os sentidos experimentadores. Saboreiam de forma inusitada, como se fosse pela primeira vez. Uma primeira vez que produz um afeto alegre inesquecível. E ainda mais porque é uma experiência coletiva. Uma experiência entre outras crianças, onde ninguém se encontra em uma posição superior à outra. São intensidades alegres.

altArKZgPEW-zvR3WHKm25e6F4gS5IVvmWfegrFjJgYPfYJaltArOlTInWjY02GwMuc4jZ46nN3BVii0PhJSO1m1ccxHOEaltAsd3p7z9PU1n42L7wRBfwjqomLr_MfRMNsRpi2LA_7pDaltAspFJyelmeh9xy6EV4CIbHQG_5kVFuMH7NQNtPGI3FgdaltAt5hW979_Eua4YrwlyIBvDcNk-y0uwna5bFoWzJozBFyaltAtKKSBQJAKPdbhxagtXDfPlzLvClpdxSHlT7hDi_Q03ealtAtLY8cdCmkx887BpxY9aiZtL-h6ohAkXeFCJSeOnm8BValtAtQOYiFfLKwrl_tArcaA5h5-RIKd4rtb8F32DzqoA5x_altAvEmeJdwEpbMZ-_f8t1Gt4ukJBs9VLMpHobJETEKZemraltAvgsAzwESLqRXinlUaaBRJt-NAsxlw1X_GQF45aa94rNÉ provável que seja essa a fundamentação da atuação política de Nelson Noel como pedagogia-social. Possibilitar a experiência coletiva das crianças. Um ato que elimina a desigualdade unindo as crianças no afetivo e biológico. 

Valeu, Nelson Noel! Valeu, vale e valerá como forma democrática de produzir afetos alegres como expressão de autoestima das crianças! 

Anúncios

Nota-se em outros natais que mesmo sem nada de religião houve natal

Dezembro 27, 2013

jlyo

Os natalinos John Lennon e Yoko Ono

O natal roc(ki)nemico de Iggy Pop

Dezembro 26, 2013

Kinemasófico: curtas in natalis

Dezembro 26, 2013

Neste domingo passado a sessão Kinemasófica no bairro do Novo Aleixo trouxe dois curtas envoltos na temática natalina. Muito além do natal como recurso capitalista do velho cocalistico-patinhas Papai Noel, os cinemas trouxeram através da alegria, fantasia e libertação de Jesus

O URSO

The bear- Hillary Audus
Título Original: The Bear

Ano: 1998 (Prêmio do Público- Anima Mundi)

Diretor: Hilary Audus
Personagens: Urso Polar, garota, pais

País: Reino Unido
Duração : 25 minutos

Sinopse (Resumo da História do Filme) : Uma garotinha vai ao zoológico na véspera de natal e deixa cair seu ursinho de pelúcia na jaula de um grande urso polar. Triste, ela volta para casa e a noite recebe a visita do grande urso que vai guia-la através da beleza da natureza pela constelação Ursa Maior.

The bear- Hillary Audus 1998

SR.PASCAL

Mr. Pascal 2

Título Original: Mr. Pascal

Ano: 1979 (Grande Prêmio no Festival de Animação de Annecy)

Diretor: Alison De Vere

Personagens: Mr.Pascal, Jesus, população.

País: Reino Unido
Duração : 7 minutos

Sinopse (Resumo da História do Filme) : Senhor Pascal senta em uma praça e recorda sua vida. Porém percebe que na parede ao seu lado há uma grande cruz onde Jesus está pregado. Por ter o ofício de sapateiro ele resolve pegar um alicate e retira Jesus da cruz. Ele começa então a proteger Jesus do frio fazendo uma fogueira, alimentando-o e oferecendo um copo de vinho. Logo Jesus e Sr.Pascal começam a dividir pão e vinho para os transeuntes, músicos, as pessoas que moram na rua, artistas de circo, animais. Assim Jesus e a humanidade, longe de seu aprisionamento milenar da cruz, podem celebrar a vida e a natureza com alegria, amor e sem culpa.

Mr. Pascal

____________________________________________________________________________________________________

O Kinemasófico é um vetor cinematográfico que a Afin realiza todos os domingos à boca da noite, contando com um curso artístico (teatro, cinema…), sempre com a apresentação ao final da atividade de um cinema. Mais informações, clique aqui.

Laborum Meta

Dezembro 25, 2013

Chris Steele-Perkins- Father Christmas in a car. 1986.Chris Steele-Perkins- Father Christmas in a car. 1986.

O homem de neve

Dezembro 24, 2013

 

 

 

 

Estas são as versões com duas introduções deste, que é um clássico da animação de 1982 considerado por David Bowie a mais importante animação que assistiu

Então é Natal…

Dezembro 23, 2013

Bruce Gilden- Santa leaving bar (1968)Foto de Bruce Gilden

 

KINEMASÓFICO COMEMORA 4 ANOS COM DUAS FESTAS EM SUA NATALINIZAÇÃO DE JANEIRO

Fevereiro 1, 2013

DSC00228

Natal, época de nascimento comemorada todo fim de ano. Para o kinemasófico o seu natal é em janeiro, mês em que foi engendrado este vetor afinado junto com as crianças do Novo Aleixo. Desta forma o ano novo traz o natal para o Kinemasófico. E neste último domingo do mês de janeiro o Kinemasófico comemorou seus quatro anos juntamente com a festa natalina da Afin. Ufa! Até que enfim chegou o natal da Afin.

E estas duas comemorações encheram o bairro do Novo Aleixo de alegria, risos e muitas brincadeiras. Mas antes do início da atividade kinemasófica houve uma conversa com as crianças, jovens e pais presentes sobre o entendimento e a importância dos cinemas para as crianças.

DSC00223

Foi colocado pelas crianças que o cinema já faz parte da realidade deles mas que diferente da televisão proporciona um debate onde todos podem usar sua voz e expor seus pensamentos. No kinemasófico afinado eles  disseram se sentirem dispostos para conversar sobre os temas levantados e para aprender com as novas imagens que o cinema traz. Além disso foi colocado também que este aprendizado é sempre divertido e envolvente, ao contrário das obrigações e punições da escola.

E desta forma sentimos em cada palavra que o cinema tem sido uma composição que aumenta a potência criança de cada um e abre diversas formas de pensar, se expressar e agir.

Depois da conversa como em todo aniversário kinemasófico foi passado um vídeo especial. Neste ano o vídeo denominado “Hoje o cinema são vocês” mostrou além das fotos das crianças, dos curtas e longas kinemasóficos exibidos durante o ano e uma seleção musical especial, uma seção dedicada às brincadeiras e atividades que aconteceram durante o ano.

DSC00210

Desta forma após terminar as fotos com as crianças e os cinemas exibidos apareceu na o “falso” FIM seguido de uma tela preta.  Porém após alguns segundos o vídeo anunciava É BRINCADEIRA mostrando então as fotos das crianças brincando nas mais diversas atividades proposta durante o ano como o pebolzinho, boliche, rima rimador, formação de palavras, jogo dos bancos, etc. Mais uma vez se declarava um falso FIM para mostrar as fotos do grupo do Hip-hop que produziram uma batalha de B-boys após algumas projeções de cinema.ASSISTA O VÍDEO ABAIXO OU PARA BAIXA-LO O VÍDEO CLIQUE AQUI.

E em cada foto que se passava havia uma explosão de gargalhadas e de olhares que se cruzavam pois naquele momento as crianças eram atores e espectadores ao mesmo tempo. As fotos mostram que elas são o responsável pelo vído e pela festa, pois ajudaram durante todo o ano a produzir o kinemasófico com sua presença e o uso de sua alegria, inteligência, humor na relação estética com cinema e com as crianças afinados.

DSC00218

Quando o vídeo Photo-kinemico terminou parece que o tempo cronológico de um ano não diminui a vontade de estar alí, mas na composição atemporal de novos afetos o tempo que passou pelas fotos não pode ser mensurado em 1 ano ou outra quantia. Isto ocorre pois houve nestas composições a criação de novas maneiras de entender o mundo, fazendo com cada um se transformasse em um novo. E como sempre há esta transformação o tempo cronos nunca vigora pois sempre somos um novo que não pode ser dividido nem contado pelo predecessor.

E foram distribuidos os pratos da ceia kinemasófica nutrindo os cinéfilos crianças para que o vigor da vida persevere. E o mata-broca tava saboroso primeiramente com o arroz com frango e farofa, seguido de um bolo de chocolate.

DSC00265

DSC00291

DSC00266

DSC00285

Então cada criança escolhia um quadrado com número que estava dentro de um saco, sendo que este correspondia a um brinquedo a ser recebido. Desta forma a criança era responsável pela sua escolha e caso não estivesse satisfeita com o brinquedo poderia trocar com o colega ou dar para alguém que escolhesse.

Um a um foram sendo chamado os números e a revelação do brinquedo desconhecido terminava com o mistério numerológico. E junto com o brinquedo cada criança recebia um delicioso pote com doce de abacaxi para comemorar o novo companheiro de brincadeiras.

DSC00296

DSC00307DSC00315

DSC00327

E assim a noite foi passando com um grande júbilo envolvendo todos os presentes que independente do brinquedo ou da comida, já que todos fazem o cinema e constroem novas relações durante todo o ano. E como todo domingo o kinemasófico é festa não precisa se preocupar que esta terminou pois logo mais tem outra.

Mas além desta festa do olhar que ocorre sempre, está chegando uma que se torna real somente uma vez por ano: a Bandinha do Outro Lado, que neste ano ocorre no dia dia 10 de fevereiro e promete mais uma grande festa, embalada na força de Dionísio, do bode tragos e do brincar criança. Então abre alas que  a bandinha vai passar.

DSC00320

A GUERRA ACABOU!

Dezembro 31, 2012

41_205~1

Devir/Dançar

Dezembro 27, 2012

devirdançarnatalino

Nosso movimento devir / dançar de hoje traz uma edição especial natalina com a dança típica da época. Claro que não poderiamos fugir da dança de época e ainda mais em uma cultura natalina tão rica quanto o Brasil.

Trouxemos então um estilo de dança e música próprio do Natal: a Pastoril. Por ser algo tão brasileiro e tão natalino, não poderia faltar a grande alegria e o estilo da dança brasileira. Posteriomente traremos mais informações sobre o pastoril e a lapinha.

———————————————————————————————

Pastoril é um folguedo popular dramático de origem européia, representado entre o Natal e a Festa de Reis (05 de janeiro), em vários Estados do Nordeste brasileiro. São cordões com diversos personagens, entre as quais as pastoras ou pastorinhas, que cantam e tocam pandeiros. De origem religiosa, também é denominado Presépio..

Pastoril de Flores- Pernambuco

Pastoril de Ponta Negra- Rio Grande do Norte

Pastoril Giselly Andrade de Recife

Pastoril da Matriz, Natal Brasileiro 2006 – CCBB Rio de Janeiro

Pastoril Flor do Amanhã- Fortaleza