Archive for Abril, 2012

Photo graphein: Eric Kellerman

Abril 30, 2012

Anúncios

Hoje é só dança

Abril 29, 2012

Hoje, dia 29 de abril se comemora o Dia Internacional da dança. E como nosso blog sempre vai no movimento do devir/dançarhoje seguimos neste dia o movimento vital representado no movimento da dança. Dançando se faz pulsar as alegrias da vida. Seja uma dança moderna, folclórica, tradicional, sempre a produção gera formas de sentir, ver e pensar nossas relações por aí…

Feliz devir/dançar

AMOR E DOR

Abril 29, 2012

NOS CINEMAS

Notas sardentas

Abril 28, 2012

  • Recife recebe hoje (28) às 22 horas uma das mais talentosas violonistas do mundo que se apresenta no Santander Cultural Recife  a partir das 22 horas. Trata-se da violonista e compositora sueca Celia Linde que traz toda sua maestria junto com seu violão para uma memorável apresentação somente hoje com ingressos a 5 reaus. Violanize-se.
  • Em homenagem ao dia do Trabalhador a cidade de Brasilía recebe o XIV Show Cultural de Capoeira no Centro Cultural Grito de Liberdade Mestre Cobra. As atividades começam hoje às 17 horas com rodas de capoeira, espetáculos quilombolas. Na terça a festa começa as 09 horas com muitas brincadeiras com a família, com grupos culturais, tambor de crioula e bumba meu boi.
  • O espaço do Viva Favela (ou Viva Rio) inaugurou nesta semana uma exposição  coletiva que reúne fotografias de manifestações de fé, homenagem e adoração ao Santo Jorge Guerreiro em favelas, periferias e comunidades. Esta mostra vai além das fotografias e apresentações artísticas e audiovisuais.  Isto também somado ao som do DJ Jailson e Juan Dj Mirim; o espetáculo “Adoráveis Malandros”; dança afro e street dance do Grupo Recriando Raízes ; capoeira . A exposição é gratuita e vai até o fim de maio.
  • Atenção gorditos… Seus dias gordurosos podem estar contados. Um estudo da Universidade de Delaware publicado nesta semana mostra a razão na qual uma célula tronco se transforma em uma de gordura: uma proteína, a endoglina. Não entendeu? Com este estudo vão surgir outros que vão descobrir como esta tua coisa obscena abaixo do torax é formada.  Troncos pra que te quero…

Rapper Criolo e Spike Lee

  • O cineasta Spike Lee está fazendo um documentário sobre o Brasil chamado Go Brazil Go. Um de seus encontros desta visita foi um encontro/entrevista com a presidente Dilma Rousseff. Ele ainda vai mostrar um pouco das artes, cultura, esporte e política do país. Ainda bem que Lee produz melhor os documentários do que seus longas.
  • Atenção realizadores de cinema para crianças! O 10° Festival Internacional de Cinema Infantil – FICI/2012 está com inscrições até 11 de maio para cinemas voltados ao devir-criança, e que serão projetados em dez cidades brasileiras (São Paulo, Rio de Janeiro, Niterói, Brasília, Campinas, Santos, Belo Horizonte, Aracaju, Salvador e Recife).  Então se liga para que a produção flua…
  • O projeto Shows Rumos Música Coletivo apresenta com entrada franca neste fim de semana às 20 horas na sede do Itaú Cultural algumas apresentações com o melhor de nossa música. Hoje rola o som de Carlos Amaral (SP) e Renato Savassi (MG) que aquecem o palco para que amanhã (29) se apresentem Vanja Ferreira (RJ) e Itamar Vidal (SP). Se liga ôsom..
  • Simplesmente Inédito. Este é o nome da série músical que vem acontecendo no Centro Cultural Banco do Brasil e que mostra os talentos musicais desconhecidos por este Brasil afora. Nesta terça (1) o Centro festeja os trabalhadores com Linhagens – Quinteto Mauricio Carrilho. Que corra os carrilhões da boa música.

  • A apresentação que a querida cantora islandesa Björk que ocorreria no Festival Sonár em São Paulo foi cancelada e ela será substituida por Kraftwerk. Infelizmente Björk está com um nódulo nas cordas vocais e tem de ficar em repouso. Aos fãs o lamento de não poderem ouvi-la cantar por aqui. Que o frio da Islândia  faça bem as cordas vocais da cantora. Mas se ela quiser nosso calor estaremos por aqui…
  • Médicos alemães estão aprimorando suas técnicas de diagnóstico do câncer de mama. Um médico bastante experiente sente  alterações de 1,5 centímetros no tecido mamário, enquanto uma examinadora cega pode sentir  milimetricamente. Com auxílio de mulheres cegas, os médicos vem conseguindo um resultado muito melhor ao ser associado com os métodos convencionais, o que foi comprovado no estudo publícado nesta semana.
  • A Cinemateca brasileira exibe nesta segunda (30) dentro da sua sessão cirúrivica Averroes  o longa-metragem Copacabana, de Carla Camurati. A obra de 2001 é uma comédia sobre a vida e velhice de um fotografo que vai completar 90 anos e revisita toda sua vida afetivamente, mostrando a partir de si a transformação da praia mais conhecida do Rio. A sessão começa as 19 horas e contará com debate do médico Luiz Roberto Ramos, da diretora Carla Camurati e do jornalista Sérgio Gomes.
  • Sabe aquele orégano esperto que se coloca na pizza? Segundo pesquisadores da Universidade de Long Island  esta erva pode ajudar a combater o câncer de próstata. Isto pois um de seus componentes o carvacrol produziu a apoptose (autodestruição celular ordenada) nas células doentes. Por isso ao pedir aquela pizza não esqueça do recheio extra…

  • Um dos mais geniais músicos que este planeta já experenciou completaria 100 anos em setembro. Em comemoração a ele estreia hoje (28) a exposição “Begin Anywhere: Um século de John Cage” no Museu de Arte Moderna(MAM) do Rio. Até o dia 20 de maio estarão expostas partituras (bem estilizadas) e obras que dialogam com ela, como o próprio Cage fizera outrora em galerias. Esta música experimental baseada nos happenings (acontecimentos) influenciou toda uma geração de músicos clássicos e populares. Além da exposição no dia 12 de maio às 17 horas acontecerá uma “Experiencia Cage”   com uma performance musical com Vera Terra, Guilherme Vaz, Paulo Vivacqua e Gabriela Geluda. A entrada gratuita… mas deixe os ouvidos já formados em casa e busque pelo silêncio da criação…
  • Já haviamos falado nos benefícios de tomar uma quantidade controlada de aspirinas para fins cardíacos. Pois bem. Agora uma nova pesquisa sugere que pacientes de câncer no intestino que tomam aspirina podem reduzir em um terço o risco de morrer por causa da doença. O estudo foi publicado no British Journal of Cancer e controu com  4.500 pacientes holandeses que tomaram baixas doses diárias. O estudo de quase 10 anos mostrou que os pacientes que tomaram apenas depois do diagnóstico foram o que melhor mostrou chances de sobrevivência. Mesmo assim o estudo não é conclusivo e pode haver reações perigosas. Procure seu médico e lembre que aspirina não é drops….
  • Na sala Plínio Marcos da Funarte em Brasília ocorre nesta semana  o Festival Internacional de Dança que receberá quatro espetáculos nesta semana. Quarta e quinta (2 e 3) é a vez de “Da ponta da língua à ponta do pé”. Na sexta (4) “Solos Stuttgart” mostra espetáculos  de Burkina Fasso, México, Itália e Polônia que foram premiados na cidade alemã. No próximo sábado (5) é a vez da homenagem “Diálogos sobre Nijinski”  e domingo(6)  El Agujero del Avestruz. Ingressos a 10 tocos inteiros.
  • E como o Distrito Federal entrou na dança ele promove o Fórum de dança do DF que durante suas atividades apresentará  uma síntese de um dos trabalhos da dançarina, pesquisadora, professora e atriz Mirabai.  O evento ocorre hoje (28) às 20 horas na Sala Villa-Lobos do Teatro Nacional, com ingressos a 10 toques.

 Do amor de Agnes Varda e Jacques Demy nasceu Mathieu. Do amor de Mat pelo cinema nasce o novo para você…

 

O SEMPRE NOVO TORNEIO DE PIÃO: MAIS UMA PRODUÇÃO DAS CRIANÇAS AFINADAS

Abril 27, 2012

No último domingo na sede do Kinemasófico localizada na Rua Rio Jaú em Manaus, a brincadeira começou mais cedo por volta das 17 horascom o a Primeira Rodada do Torneio de Pião produzido pelas crianças afinadas.

Depois da distribuição dos peões, feita há pouco mais de um mês, as crianças treinaram e se prepararam para o torneio, onde o mais importante não é ganhar e sim produzir o brincar.

No início da brincadeira, todos os piões estão dentro do segundo círculo e cada criança  tem que rodar o pião, pega-lo na mão e ir retirando um por um. Caso o pião não rode, ou não toque no outro pião a vez é passada. O vencedor é aquele que  primeiro retirar e depois colocar todos de volta no centro.

E começada a brincadeira com os piões no centro da roda, a cada jogada era uma consolidação da  brincadeira, que logo foi ficando mais emocionante. Aos poucos a rodada ficou cada vez mais disputada ficando difícil saber qual seria o resultado.

Ponto a ponto, girada a girada, os piões foram iluminando a boca da noite que chegava com a rodada e a brincadeira dos grandes piões do universo: o sol sendo tirado do círculo pela lua. A competição estava empatadatendo William, Michael Douglas e Anderson um pião dentro do círculo. Chumbinho, Tiago eoutras crianças estavam com seus piões já próximo do círculo.Porém assim como a vida é feita de acasos, os piões giraram no acaso da brincadeira.

Na última rodada o talento de Tiago girou e se colocou dentro do círculo, fazendo com que ele se sagrasse o vencedor da primeira etapa do Torneio.  Com esta vitória, Tiago disputará a grande final com o vencedor da próxima etapa do Torneio de Pião, que ocorre no fim da tarde deste domingo e que será seguida de uma grande festa, pois assim como a brincadeira, a vida tem que se renovar em festa. E roda, pião!

Photo graphein: Giuseppe Primoli

Abril 26, 2012

Devir/Dançar

Abril 26, 2012

O Devir/Dançar de hoje vem trazendo uma dança que de clássica tem só a tradição. Trata-se de uma das danças populares proveniente dos negros escravos e que se difundiu em todo o Nordeste e posteriormente por todo o país. Trata-se do Côco, um ritmo musical e dançante com vários tipos de manifestação que fizeram a alegria de muitos brasileiros e produziram sons de Jackson do Pandeiro, Jacinto Silva, Zé Neguinho do Côco, Dona Selma do Côco, Cila do Côco, Krhystal e muitos outros.

O estudioso de nossa cultura Luis da Câmara Cascudo, em seu dicionário de folclore definiu coco como: “Dança popular nordestina. O refrão que responde aos versos do tirador de coco ou coqueiro, é cantado em coro. É canto-dança das praias e do sertão. A influência africana é visível. Na Paraíba e no Rio Grande do Norte, o usual é a roda de homens e mulheres com solista no centro, cantando e fazendo passos figurados, até que se despede convidando o substituto com uma vênia ou até mesmo com uma simples batida de pé (ver Umbigada). Embora a coreografia seja a mesma, existe uma variedade de tipos de coco, tomando as designações dos mais diversos elementos. Por exemplo: dos instrumentos, da forma do texto poético (coco de décima, coco de oitava); do lugar em que é executado ou a que o texto se refere; do processo poético-musical. A forma dos cocos é uma estrofe-refrão. O refrão ou segue a estrofe ou se intercala nela. Poeticamente, apenas o refrão é fixo, constintuindo o caraterizador do coco. As estrofes, quase sempre em quadras de sete sílabas, são tradicionais ou improvisadas. A estrofe solista, em especial nos chamados cocos de embolada, revela com frequência o crote poético-musical da embolada. A frase “quebra-coco” (ou “vamos quebrar coco”) indica convite para a tarefa ou para o canto, que se tornou dança. Daí o quebra-coco contemporâneo não mais referir-se ao trabalho e sim unicamente a dança. E os gritos de excitamento, “quebra”, seriam dirigidos inicialmente ao coco e posteriormente a dança. Alagoas, de extensos coqueirais, reivindica com fundamental a prioridade do coco dançado. Um estribilho ouvido na Paraíba, por volta de 1875, assim dizia:

Quebra coco, quebra coco,/ Na ladeira do Piá/ Quando há coco maduro/ Só se apanha coco lá!…


O coco alagoano é bem diverso, como coreografia, do paraibano e do norte-rio-grandense. Quebrar coco e dançar é voz de excitamento- “Quebra! Quebra o coco!’- e teria relação com o requebro, requebrar, requebrado, quebrar repetidamente, atraindo elementos de outras danças populares, crescendo pelos componentes rítmicos. Do canto-de-quebrar-coco passa a dança de roda, depois para filas paralelas, e já em Alagoas, sua pátria, dança (Viçosa) lado a lado, em duplas, com tropel-e-valsado, evoluindo para a dança de sala e não coletiva, ao ar livre, como nascera. O mesmo aconteceria com o batuque. O coco alagoano surgiu por ocasião de importantes festejos da comunidade, principalmente festas juninas. É dança cantada, marcada pela batida dos pés. Suas personagens são o mestre e um tocador de coco, que entoam as cantigas cujo refrão é respondido pelos cantadores. Também denominado pagode ou samba, é aparentado com o batuque angola-conguense. No Rio Grande do Norte, o coco tem nome de zambelô ou bambelô, e é dançado ao som do ganzá, afoxê ou maracá, pequenos tambores e atabaques. Apresenta uma movimentação variada fazendo com que sua coreografia receba diferentes denominações: coco-de-zambê; coco-de-praia; coco-de-roda, coco-de-fila; coco-de-embolada e tantos outros. No Piauí é frequente o coco-pereruê, dança de terreiro com coreografia marcada pelo ritmo do sapateado, ao som das batidas de casca de coco, do pandeiro e de pequenos tambores. É dança de pares soltos, animada pela cantoria (Pesquisa de Noé Mendes de Oliveira, Piauí, e de Ranilson França de Souza IN: Câmara Cascudo, Dicionário de Folclore,2001, Ed. Global).

E como este coco ou côco é danado, embolado e cheios de traçados, nossa coluna deixa alguns vídeos de coco, e quebra coco….

Cila do Coco, uma das cantoras mais destacadas do nordeste do Brasil, ensina a história do Coco.

Coco de Roda, no Pátio da Igreja da Sagrada Família, Mirandiba/Pernambuco.

O grupo pernambucano Samba Coco Raízes de Arcoverde


Coco de Umbigada de Guadalupe-PE

Coco Pereruê (ou aparentemente denominado na atualidade Peneruê)

Coco de Roda Mandacarú de Alagoas

Receitas Caseiras: Beringelas Recheadas

Abril 25, 2012

Vitalício- E ai Katilane, como anda a vida agora nesta tua nova cidade?

Katilane- Lá as coisas são boas, mas tem muitas coisas caras, o dinheiro quase não sobra.

Vitalício- Mas lane, lá tem muitas coisas mais baratas que aqui. A alimentação por exemplo, frutas e verduras. Aqui pra fazer algum prato qualquer fica pela hora da morte.

Katilane- Até é verdade. Mas tu também tem que cuidar da tua alimentação, homi. Tu acha que é só por causa do teu nome tu tá garantido. Te vira por aí, nas xepas, nas feiras, que tu consegue.

Vitalício- Mas dona lane, tu sabe que a gente vai fazendo o que dá, visse. Eu par exemplo comprei um monte de verdura, mas comer elas cruas, ou cozidas já enjoou. A gente gasta um dinheirão mas não sabe varia…

Katilane- O que que tu faz com beterraba, cenoura, beringela, tomate?

Vitalício- Mas já não disse! Como cru ou então cozinho.

Katilane- Tu tá muito devagar… Nem honra teu nome desse jeito. Vou fazer o seguinte, vou anotar algumas receitas pra você fazer com os vegetais. A primeira delas é berigela recheada.

Vitalício- Mais eu nem gosto de beringela, dona tiane. Aí  fica difícil.

Katilane- Deixa de bestagem, homi. Como tu sabe que não gosta se nunca provou deste jeito?

Vitalício- Só sei que não vou gostar.

Katilane- Tu não me esquenta senão não vou te ajudar a fazer nada. E nem conte comigo pra ajeitar as coisas.

Vitalício- Que é isso, katilinha. Sou todos ouvidos. Vamos até fazer isso amanhã pro almoço.

Katilane- Como eu dizia, as beringelas vão ser recheadas conforme teu gosto. Tu tem carne moída ai na tua casa?

Vitalício- Tem sim. Mas nós chamemos de picadinho aqui, já esquecestes?

Katilane- Enfim, vamos precisar destes ingredientes: 1/2 kg de picadinho, 3 beringelas médias, 1/2 cabeça de alho, sal e pimenta (do reino, de cheiro, etc) a gosto, queijo ralado.

Vitalício- Até que a beringela vai ficar menos ruim…

Katilane- É claro, matutino… A idéia é dar um gosto a mais. Agora vai fazendo o seguinte: Corte a beringela ao meio e coloque para cozinhar em uma panela com água por volta de 7 minutos. Veja a consistência dela, onde o miolo esteja mole e a casca durinha. Se estiver bom retire e deixe descançar 5 minutos e depois disso cave a beringela tirando o miolo.

Vitalício- Eu sei que não gosto de beringela. Mas tu vai jogar fora o miolo? E tem gente passando fome…

Katilane- Claro que não. Que pergunta lesa. Vamos continuar maninho.

Vitalício- Pode dizer keitinha.

Katilane- Daí você refoga o picadinho com alho, pimenta, sal e outras verduras que preferir durante alguns minutos, colocando o miolo que você retirou da beringela e deixando por mais 2 minutos. Depois é só colocar a “canoa” da beringela em uma forma e rechear o espaço vazio com o picadinho. Por fim você rala o queijo, coloca sobre a beringela e levando ao forno para gratinar por volta de 5 minutos.

Vitalício- Até que é rápido. Assim não dá nem pra ter preguiça.

Katilane- E além de rápido é saudável e saboroso. Mas deixa de prosa e termina logo de preparar. Vou aproveitar e deitar na rede pra se embalar um pouco.

Tréplicas, réplicas…

Abril 25, 2012

Tréplica: Filme Fanfaren der Liebe (1951), de Kurt Hoffmann

 

Réplica: Quanto Mais Quente Melhor (Some like it hot,1959), de Billy Wilder. Ver aqui outro trailer mais antigo

Chronopolis, uma animação deleuziana de volta aos cinemas

Abril 25, 2012

A animação do polonês Piotr Kamler sobre uma cidade perdida onde apenas um humano vai entrar e constatar seus habitantes imortais e os mistérios do local. Ameaçados apenas pela monotonia, eles produzem jogos que controlam o tempo e a matéria.