Archive for the ‘Letra’ Category

TRÊS POEMAS DE MATHEUS BARBOSA

Abril 16, 2017

Publicamos abaixo três criações poéticas de Matheus Barbosa, estudante do segundo ano do ensino Médio da Escola Estadual Engenheiro Artur Soares Amorim.

Lá e cá

“Lá e cá lá e cá,
passam sem parar,
pessoas formigas,
sem deixar pensamentos voar.

Lá e cá lá e cá,
utopia destruída,
pessoas corroídas,
trabalham sem parar.

Sociedade cega,
civilização dominada,
florestas por dinheiro,
E o amor? Não existe mais nada.

Direção infinita,
inimigo a vista,
acorda marinheiro,
trabalhar, trabalhar,
ganhar dinheiro. “

Humor-colia

“Em poemas,
escrevo minha dor,
a dor que o mundo oferece.

Obrigado mundo,
por oferecer essa dor,
que em meus poemas escreves.”

Pátrialogia

“Se for pra morrer queimado,
que queimem meu coração,
pois de coração quente,
as pessoas precisam.

Se for pra morrer baleado,
baleias minha mente,
Para que se exploda de criatividade.

Não morro por vaidade,
não morro por agonia,
morro por minha pátria,
que irá melhorar um dia.”

FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL E A ACADEMIA CARIOCA DE LETRAS ELEGEM 45 AUTORES SELETOS DO RIO

Julho 7, 2015

biblioteca_nacionalAinda em comemoração a passagem dos 450 anos do estado do Rio de Janeiro, a Fundação Biblioteca Nacional e a Academia Carioca de Letras, elegeram, através de votação, entre 130 autores, 45 autores como expressões da realidade literário do Rio.

Os autores selecionados, assim como os que não foram selecionados, são aqueles que escreveram sobre o Rio, refletiram sobre o Rio e conseguiram assimilar e apresentar a alma carioca em suas obras.

Uma comissão mista composta por 80 membros passou um mês estudando as obras dos inscritos para poder eleger os 45 autores. A comissão foi formada por personagens ligadas à literatura, a Academia Carioca de Letras e os presidentes da Academia Brasileira de Letras, União Brasileira de Escritores, Academia Luso-Brasileira de Letras, Instituto Histórico Geográfico Brasileiro e Pen Clube.

Machado-008O escritor mais votado foi Machado de Assis com 53 votos, seguido por Lima Barreto com 39 votos, João do Rio, com 33 votos, Nelson Rodrigues, com 25 votos, Rubem Braga, também com 25 votos, Joaquim Manuel de Mcedo, com 24 votos, Carlos Drummond de Andrade, também com 24 votos, Vinícius de Moraes, também com 24 votos, entre os outros que tiveram votação inferior.

“Não há nenhuma outra que chegue à intimidade com os costumes e a mentalidade da época, maior que o próprio Machado, mas toda a lista dos 45 é muito boa.

 Um dos maiores propósitos dentro das comemorações dos 450 anos do Rio é justamente resgatar e revisitar essa memória carioca e especialmente dessas pessoas que tanto contribuíram para nossa identidade”, observou Geraldo Holanda Cavalcanti, presidente da Academia Brasileira de Letras.

BOA ESPERANÇA, CLIPER REVOLUCIONÁRIO DO ENGAJADO RAPPER EMICIDA

Julho 4, 2015

4fa765ff-aae1-4040-b90d-aad9745213f4O óbvio. Óbvio que tem como tema o que se tornou banalizado no Brasil: o racismo, a discriminação, o ódio contra os negros. Principalmente os negros pobres das periferias e favelas do país. Uma impunidade que escracha a lei diante das próprias autoridades que deveriam aplicá-la. Racismo é crime! E daí? E tudo continua em clima de negro bom é preso ou morto.

Mesmo com as políticas sociais que privilegiam a população negra no Brasil, criadas pelos governos Lula e continuadas nos governos Dilma, o preconceito e a impunidade continua com direito a proselitismo no Congresso Nacional. Caso Bolsonaro. E agora, com a lei de proteção trabalhista às empregadas domésticas, o ódio racista aumentou. Explorar sim, direitos garantidos jamais, dizem os racistas.

Emicida não é somente um rapper, é antes de tudo um ser humanizado que é traspassado por corpus políticos e éticos que o tornam um homem ativista que atua contra as psicopatologias sociais criadas e mantidas pelas classes dominantes que criaram as lutas de classes com suas ideias de distinção social. Boa Esperança tem como expressão-semiótica o rapper, mas como conteúdo-social a perversão racista.

Um dia Emicida viajou à África e produziu uma consciência além da produzida no Brasil através de suas vivencias. Então, impulsionado por essa espiritualidade africana, ele se reuniu com diretores cinematográficos, empregadas domésticas, da Ocupação Mauá, no centro de São Paulo, chamou o fotógrafo João Wainer, do documentário Junho, e Kátia Lund, de Cidade de Deus, os rappers, sua mãe, dona Domenica, Jorge Dias, os filhos de Mano Brown, a modelo Michelli Provensi, Dina Cunha, Raquel Dutra e moradores da ocupação e, começou a revolução das empregadas domésticas contra os patrões autores da exploração e assédio sexual e moral: Boa Esperança.

“O tempero do mar foi lágrima de preto/Papo reto, como esqueletos de outro dialeto/Só desafeto, vida de inseto, imundo/Indenização? Fama de vagabundo”.

Boa Esperança é o primeiro single do próximo álbum de Emicida que ainda não tem título.

Assista, ouça e construa sua opinião!

Domingo de carnaval

Fevereiro 10, 2013

Todo povo brincava nas ruas,
E de longe, se ouvia cantar,
Era mês de fevereiro,
Era domingo de carnaval,
A cidade estava enfeitada,
Vinha gente de todo lugar,
É o dia das Escolas de Samba,
Na passarela, desfilar.

Pierrôs e Colombinas, animavam os salões,
Mulheres bem vestidas, alegravam o visual,
E eu nessa brincadeira, a noite inteira, sensacional,
Da praça iluminada, vinham toques de clarim,
Me lembrando Lamartini, ou coisa assim,
E toda essa brincadeira,
Só terminava, na quarta feira.

Todo povo brincava nas ruas,
E de longe, se ouvia cantar,
Era mês de fevereiro,
Era domingo de carnaval,
A cidade estava enfeitada,
Vinha gente de todo lugar,
É o dia das Escolas de Samba,
Na passarela, desfilar.

Domingo de Carnaval com Altemar Dutra

Letra: Marcos Moran

Figura1

James Gutierrez e o fim do lobby da indústria músical: Piratas vencem

Novembro 18, 2012

Video divulgado pelo Pirate Bay

(De Moedas para o criador da musica): http://is.gd/V0xuAM
(ou ajude comprando a musica no Itunes)
http://ow.ly/fbX5D
(ou amazon) http://ow.ly/fbX0X

Ou pegue a musica LEGALMENTE POR TORRENT; http://www.jaymegutierrez.com/music.html

JAYME GUTIERREZ- D.I.Y. Myspam

LETRA TRADUZIDA
Escondendo-se do sol,
Vivendo no subsolo,
Os eremitas e seu trabalho de casa,
Estão esperando para serem encontrados,
À procura de uma atualização, grande chance,
um pouco de sorte, Aperto de mão
Sucesso de imprensa completo,
Levando-se em pensar que é o caminho a percorrer,
O sonho, mas não,
Você não é o seu próprio,
a sua liberdade esta Chamado na  Internet.
Então, navegar no mar virtual,
Onde mídia digital é gratis,
Mas não vá fazendo todo pagamento pirata,
Se você quiser flutuar sobre o surf do ciberespaço,
Onde os gatos gordos não são responsáveis??,
E tem que usar estrelas de sucata de renda quintal,
Então, talvez agora não há outra maneira,
Nós podemos ter uma palavra a dizer,
Todos cantam alegremente,
“Todo mundo me siga!”
Quando você F.V.M (Faça Você Mesmo), você consegue manter o seu dinheiro Livre de sanguessugas,
Como tesouro dourado gratuito,
E se nós somos muito pequenos,
Em seguida, postar-nos em seu Mural,
Pois compartilhamento de música ira ajuda-lo a prosperar,
E doação de moedas irá mantê-lo vivo!
Apenas mario pulando e 1up
Anonimato ri de leis,
Aposto que os FEDERAIS vai encontrar uma maneira de fechar as portas,
Talvez eles até chamá alguém para vir e descobrir os trolls,
E nós vamos começar a ver que o tempo todo eram apenas crianças de 12 anos de idade,
Ah N, A, O, T, I (Não alimente os trools da internet)
A menos que você quer publicidade grátis!
Ou você poderia fazer marketing viral,
Palavras-chave,
A utilização de qualquer memes,
“Tirando sarro de nada!”
Quando você F.V.M (Faça Você Mesmo), você consegue manter o seu dinheiro livre de sanguessugas,
Como gratuito tesouro dourado,
E se nós somos muito pequenos,
Em seguida, postar-nos em seu Mural,
Pois você deve ser aqueles que decidem,
Nem os bots da web disfarçados …
Sistemática de amigo Fanático
Todos os seus amigos são automáticos,
E seus números de multiplicados,
Não significa que você é uma maravilha,
Você  apenas ima sistemática vomitando o spam,
Você está roubando trovão,
Todo mundo está se movendo,
Porque você assassinou tom.
marketing,
Por que todos na indústria,
Carregá-lo em seu rosto?
Por que nós não sutilmente nos vender?
“J, A, Y, m, E, G, u, t, i, e, r, r, e, z, dot!”
(Solo)
Quando você F.V.M (Faça Você Mesmo), você consegue manter o seu dinheiro livre de sanguessugas,
Como gratuito tesouro dourado,
E se nós somos muito pequenos,
Em seguida, postar-nos em seu Mural,
Pois você deve ser aqueles que decidem …
Você não pode ver?
Publicidade está cantando:
Se você gosta do que você ouviu,
Então não pare de lembrar,
Compartilhá-lo, negociá-lo,
Ou diga-lhes tudo para roubá-lo,
Eu não me importo!
“Post-it, blog, pegue, flog, compartilhe, emprestá-lo, não vá monopolizando tudo em tudo o que você é bem-vindo para fazer o que quiser!”

por meganinja

JAYME GUTIERREZ- D.I.Y. Myspam

Lyrics

Hiding from the sun,

Living underground,
The hermits and their home work,
Are hoping to be found,
Looking for an upgrade, big break,
Lucky little hand shake,
Full press success,
Taken into thinking it’s the way to go,
The dream but no,
You’re not your own,
Your freedom’s calling in the world wide phone lines.

So sail on the virtual sea,
Where digital media plugging is free,
But don’t go making every pirate pay,
If you want to float on the surf of cyberspace,
Where fat cats aren’t in charge,
And have to use scrap yard income stars,
So maybe now there’s another way,
We can have a say,
All sing happily,
“Everybody follow me!”

When you D.I.Y, you get to keep your money,
As leach free golden treasure,
And if we’re too small,
Then post us on your wall,
Cos sharing music helps it to thrive,
And donating coins will keep it alive!

—–Just mario jumping and 1up

Anonymity laughs at laws,
I bet the F.E.D’s will find a way to close those doors,
Maybe they’ll even call someone to come and uncover the trolls,
And we’ll get to see that all along the lot were just 12 year-olds,
Oh D, N, F, T, T,
Unless you want free publicity!
Or you could do viral marketing,
Keyword targeting,
Using any memes,
“Making fun of anything!”

When you D.I.Y, you get to keep your money,
As leach free golden treasure,
And if we’re too small,
Then post us on your wall,
Cos you should be the ones who decide,
Not the web bots in disguise…

Systematic friend fanatic,
All your friends are automatic,
And your multiplying numbers,
Don’t mean that you’re a wonder,
You’re just systematic chunder spewing spam,
You’re stealing thunder,
Everyone is moving on,
Because you murdered tom.

Marketing,
Why does everybody in the industry,
Upload it in your face?
Why don’t we subtly sell ourselves?
“J, a, y, m, e, G, u, t, i, e, r, r, e, z, dot com!”

(Solo)

When you D.I.Y, you get to keep your money,
As leach free golden treasure,
And if we’re too small,
Then post us on your wall,
Cos you should be the ones who decide…

Can’t you see?
Publicity is singing:
If you like what you’ve heard,
Then don’t stop remembering,
To share it, deal it,
Or tell them all to steal it,
I don’t mind!

“Post it, blog it, take it, flog it, share it, lend it, don’t go hogging it all in all you’re welcome to do whatever you want!”

Brasil com P

Setembro 18, 2012


Pesquisa publicada prova
Preferencialmente preto
Pobre prostituta pra polícia prender
Pare pense por quê?
Prossigo
Pelas periferias praticam perversidades parceiros
Pm’s
Pelos palanques políticos prometem prometem
Pura palhaçada
Proveito próprio
Praias programas piscinas palmas
Pra periferia
Pânico pólvora pa pa pa
Primeira página
Preço pago
Pescoço peitos pulmões perfurados
Parece pouco
Pedro Paulo
Profissão pedreiro
Passatempo predileto, pandeiro
Pandeiro parceiro
Preso portando pó passou pelos piores pesadelos
Presídio porões problemas pessoais
Psicológicos perdeu parceiros passado presente
Pais parentes principais pertences
Pc
Político privilegiado preso
parecia piada (3x)
Pagou propina pro plantão policial
Passou pelo porta principal
Posso parecer psicopata
Pivô pra perseguição
Prevejo populares portando pistolas
Pronunciando palavrões
Promotores públicos pedindo prisões
Pecado!
Pena prisão perpétua
Palavras pronunciadas
Pelo poeta Periferia
Pelo presente pronunciamento pedimos punição para peixes pequenos poderosos
pesos pesados
Pedimos principalmente paixão pela pátria prostituída pelos portugueses
Prevenimos!
Posição parcial poderá provocar
protesto paralisações piquetes
pressão popular
Preocupados?
Promovemos passeatas pacificas
Palestra panfletamos
Passamos perseguições
Perigos por praças palcos
Protestávamos por que privatizaram portos pedágios
Proibido!
Policiais petulantes pressionavam
Pancadas pauladas pontapés
Pangarés pisoteando postulavam premios
Pura pilantragem !
Padres pastores promoveram procissões pedindo piedade paciência Pra população
Parábolas profecias prometiam pétalas paraíso
Predominou o predador
Paramos pensamos profundamente
Por que pobre pesa plástico papel papelão pelo pingado pela passagem pelo pão?
Por que proliferam pragas pelo pais?
Por que presidente por que?
Predominou o predador
Por que? (3x)

O rap nacional do poeta das df GOG

Devir/Dançar

Setembro 13, 2012

Dançar  deviriando pelas batucadas da vida. E hoje o nosso encontro tem um som rouco do lirismo das poesias e das músicas feitas com grande esmero poético e que tratem sobre dança.

Para isto escolhemos a produção de um dos grandes poetas e músicos do século passado. Trata-se da poesia do boêmio Vinicius de Moraes, que em seu ritmo fez dançar as palavras criando várias poesias e letras de músicas que ficaram bastante conhecidas.Então versemos em Vinicius nos próximos dois poemas e duas músicas.

———————————————————————————————————————————–

Vem ver o mar
Vem que Copacabana é linda
Vamos ser só nós dois
E o que vai ser depois
É melhor, é melhor nem pensar

Ah, namorar!
Os casais nem parecem saber
Nos seus beijos de amor
E o que resta depois
É a valsa do amor de nós dois

Pelas linhas sinuosas
Do passeio à beira-mar
Todo o Rio de Janeiro
Vai querer dançar

E nós, depois
Partiremos num beijo de luz
Pelo céu ao luar
A dançar, a dançar
Esta valsa do amor
De nós dois

Valsa do amor de nós dois

Dança Deus!

Sacudindo o mundo
Desfigurando estrelas
Afogando o mundo
Na cinza dos céus
Sapateia, Deus
Negro na noite
Semeando brasas
No túmulo de Orfeu.

Dança, Deus! dança
Dança de horror
Que a faca que corta
Dá talho sem dor.
A dama Negra
A Rainha Euterpe
A Torre de Magdalen
E o Rio Jordão
Quebraram muros
Beberam absinto
Vomitaram bile
No meu coração.

E um gato e um soneto
No túmulo preto
E uma espada nua
No meio da rua
E um bezerro de ouro
Na boca do lobo
E um bruto alifante
No baile da Corte
Naquele cantinho
Cocô de ratinho
Naquele cantão
Cocô de ratão.

Violino moço fino
– Quem se rir há de apanhar.

Violão moço vadio
– Não sei quem apanhará.

Sombra e luz- Esta é apenas a parte I do poema. Para ler também a parte II e III clique aqui

Vem
Vamos dançar ao sol
Vem
Que a banda vai passar
Vem
Ouvir o toque dos clarins
Anunciando o carnaval
E vão brilhando os seus metais
Por entre cores mil
Verde mar, céu de anil
Nunca se viu tanta beleza
Ai, meu Deus
Que lindo o meu Brasil

 Frevo de Orfeu (Composta com Tom Jobim)

 

Vê só como ela dança bem
Vê só que samba bom
Eu acho que ela tem – tem
Muito porongondon
Ela não é de nhem-nhem-nhem
Ela requebra bem
Eu nunca vi ninguém – heim?
Com mais porongondon

Ela dança o hully-gully
Ninguém faz o que ela faz
Mas – au-au-ziriguidau-au
Como ela sabe sambar!
Nunca vi ninguém capaz
De fazer o que ela faz
Au-au-au-ziriguidau-au
Ela é demais!

Garota porongondon (Composta conjuntamente com Baden Powell)

PARA SE CANTAR NA PRÓXIMA MADRUGADA

Fevereiro 21, 2012

Saideira

Martinho da Vila/Paulo Cesar Pinheiro

Vai com Deus, vai
Vai com Deus, vai
Vai com Deus, vai
Que lá fora o sereno cai

Vai com São Benedito
Vai com Santo Onofre
Com Nossa Senhora Aparecida
Que a farra tá boa
Mas já tá na hora
Dos que acordam cedo
Pra ganhar a vida

Eu também fico com Deus, vai
Eu também fico com Deus, vai
Sou do copo de cana
Da roda de samba
Do rabo de saia
Do Rio boêmio
Do angu à baiana
Da dona Lindaura
Do Beco da Fome
Turma do sereno
Eu também fico com Deus, vai
Eu também fico com Deus, vai

Vai pra casa do seu pai
Que lá fora o sereno cai
Mas vê se não se distrai
Que lá fora o sereno cai
Vai, vai, vai, vai, vai
Mas lá fora o sereno cai
Vai com Deus

Give Peace a Chance (Dê Uma Chance A Paz)

Janeiro 1, 2010

 

Agora Natal acabou, vêm ano novo, como diz as pessoas do mundo, todo é dia, nesse caso dessa letra do John Lennon, a paz vêm todos dias e todas horas, não apenas unica data de fim ano, sim todos dias… Então vamos dar uma chance a paz nas pessoas e mundo…

Give Peace A Chance

Composição: John Lennon

Two, one two three four
Ev’rybody’s talking about
Bagism, Shagism, Dragism, Madism, Ragism, Tagism
This-ism, that-ism, is-m, is-m, is-m.
All we are saying is give peace a chance
All we are saying is give peace a chance

C’mon
Ev’rybody’s talking about Ministers,
Sinisters, Banisters and canisters
Bishops and Fishops and Rabbis and Pop eyes,
And bye bye, bye byes.

All we are saying is give peace a chance
All we are saying is give peace a chance

Let me tell you now
Ev’rybody’s talking about
Revolution, evolution, masturbation,
flagellation, regulation, integrations,
meditations, United Nations,
Congratulations.

All we are saying is give peace a chance
All we are saying is give peace a chance

Ev’rybody’s talking about
John and Yoko, Timmy Leary, Rosemary,
Tommy Smothers, Bobby Dylan, Tommy Cooper,
Derek Taylor, Norman Mailer,
Alan Ginsberg, Hare Krishna,
Hare, Hare Krishna

All we are saying is give peace a chance
All we are saying is give peace a chance

Tradução

Give Peace a Chance (Dê Uma Chance A Paz)

Todos estão falando sobre
Bagismo, Shaguismo, Draguismo, Madismo, Ragismo, Tagismo
Esse ismo, ismo, ismo
Tudo o que dizemos é dê uma chance a paz

Todos estão falando sobre
Ministro, Sinistro, Corrimãos e Latas,
Bispos, Peixes, Coelhos, Olhos Abertos, Bye, bye
Tudo o que dizemos é dê uma chance a paz

Todos estão falando sobre
Revolução, Evolução, Masturbação, Flagelação, Regulação,
Integrações, mediações, nações unidas, – parabéns
Tudo o que dizemos é dê uma chance a paz

Todos estão falando sobre
John e Yoko, Timmy Leary, Rosemary,
Tommy Smothers, Bobby Dylan, Tommy Cooper,
Derek Taylor, Norman Mailer, Alan Ginsberg, Hare Krishna
Hare Hare Krishna
Tudo o que dizemos é dê uma chance a paz…

Jonh and Yoko

Happy Xmas (War Is Over)

Dezembro 25, 2009

So this is christmas
And what have you done
Another year over
And new one just begun

And so this is christmas
I hope you have fun
The near and the dear one
The older and the young

A very merry christmas
And a happy new year
Let’s hope it’s a good one
Without any fear

And so this is christmas (war is over…)
For weak and for strong (…if you want it)
The rich and the poor one
The world is so wrong

And so happy christmas
For black and for white
For the yellow and red one
Let’s stop all the fight

A very merry christmas
And a happy new year
Lets hope it’s a good one
Without any fear

And so this is christmas
And what have we done
Another year over
And new one just begun…

And so happy christmas
We hope you have fun
The near and the dear one
The older and the young

A very merry christmas
And a happy new year
Let’s hope it’s a good one
Without any fear

War is over – if you want it
War is over – if you want it
War is over – if you want it
War is over – if you want it

Composição: John Lennon e Yoko Ono

John Lennon e Yoko Ono